25.1 C
Guimarães
Domingo, Setembro 24, 2023

CDU: política de habitação tem de ser dinamizada

Economia

No comício de Verão, realizado no jardim da Alameda, os eleitos CDU pediram que os bancos paguem os aumentos de juros, ao mesmo tempo que lutam por aumentos de salários e melhoria dos serviços públicos.

Inês Rodrigues, eleita na Assembleia Municipal de Guimarães, falou em nome do colectivo local da CDU e destacou os temas da habitação e mobilidade. 

Direitos Reservados

“Guimarães padece de histórico défice de habitação: faltam casas para arrendar e mesmo as construídas para venda não satisfazem as necessidades.”

A autarca da CDU referiu “Guimarães padece de histórico défice de habitação: faltam casas para arrendar e mesmo as construídas para venda não satisfazem as necessidades” – disse.

Não esqueceu “as rendas insuportáveis para quem vive com os salários mínimos da têxtil e afins, ou com as baixas reformas”

Uma realidade social ajuda a perceber que “Guimarães não atrai nem fixa a população jovem”; e para resolver este problema não é possível continuar “à espera de uma solução mágica do mercado, como maioria municipal do PS tem feito, mas sim intervir com mais habitação pública, com a reabilitação das casas degradadas e colocando-as à disposição da população, de quem vive do seu trabalho e ainda assim não consegue ter uma casa, em consequência da especulação, dos baixos salários e reformas de miséria”.

Inês Rodrigues defendeu ser “necessário que a Câmara dinamize uma política municipal de habitação capaz de dar resposta aos diversos segmentos da procura”

Também as questões de mobilidade, entraram no discurso da eleita da CDU. “Exigimos – declarou – a municipalização dos TUG – Transportes Públicos de Guimarães, único modelo de gestão que possibilita uma intervenção camarária de acordo com as conhecidas necessidades de transportes mais baratos, mais confortáveis e fiáveis, mais frequentes e mais pontuais, alargados a todo o concelho”.

A proposta do PCP de aposta no transporte ferroviário, também foi evocada com a construção da ligação directa entre Guimarães e Braga como da maior urgência. “É inaceitável que a situação actual de demora de mais de, pelo menos, 1h15 neste percurso”.

Direitos Reservados

Mariana Silva, membro de ‘Os Verdes’ lembrou “os tempos economicamente frágeis que vivemos, que se agravam com a subida dos juros, com o preço dos bens essenciais a aumentar de dia para dia, com os salários a não responderem às necessidades, tende-se a esquecer ou desvalorizar as questões ambientais”

Em tempos de crise climática, Mariana falou dos projectos delapidadores que usam causas supostamente ambientais e termos apelativos, como, “transição energética”, “descarbonização da economia”, “economia circular”, entre outras, para “nos convencer da benevolência das suas novas oportunidades de negócio e para fugirem a responder às exigências e regras de protecção ambiental, para, assim os seus projectos avançarem mais fácil e rapidamente” afirmou. 

Direitos Reservados

Referiu ainda que os eleitos da CDU no distrito de Braga apresentaram, nas diversas assembleias municipais, moções que defendem para esta população passes a preços acessíveis como acontece nas áreas metropolitanas, fruto do PART – Programa de Apoio à Redução Tarifária nos Transportes Públicos. “Uma medida, que tem a marca da CDU, foi, sem dúvida alguma, uma das mais importantes para o ambiente dos últimos anos, com milhares de carros retirados das estradas, mas ainda não se estendeu a todo o país e, por isso, a CDU continua a lutar para que em todo o território português todos tenham o direito à mobilidade, exigindo para isso investimentos do Governo que tenham em conta as realidades distintas de cada região”.

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias