PCP: exige que o OE2023 inclua ligação ferroviária directa Guimarães-Braga

O PCP realizou uma viagem simultânea em comboio e bicicleta entre Braga e Guimarães, para afirmar a proposta de ligação ferroviária directa, que voltará a ser apresentada na especialidade do Orçamento do Estado para 2023.


Segundo o partido, a delegação do PCP apanhou o comboio, ontem, 17 de Novembro, em Braga pelas 11h34m, fazendo transbordo para Guimarães em Lousado. A chegada a Guimarães foi às 13h52. A viagem demorou 2h18 minutos.

O ciclista partiu também da estação ferroviária de Braga às 11h34, fez o percurso pela estrada nacional, tendo chegado à estação de Guimarães às 12h49. A viagem demorou 1h15 minutos, menos 1h03 minutos.

Na iniciativa participaram Bárbara Barros, vereadora da Câmara de Braga, e Torcato Ribeiro, membro da assembleia municipal de Guimarães, entre outros eleitos e dirigentes do PCP. O trajecto de bicicleta foi feito por João Oliveira.

Em comunicado, o partido reitera: “Num momento em que se discutem novos investimentos na ferrovia e em que autarcas locais adiantam propostas pouco consistentes de ligação de transportes entre estes concelhos, a DORB [Direcção da Organização Regional de Braga] do PCP reafirma a importância da criação da ligação ferroviária directa entre Braga e Guimarães.”

📸 Direitos Reservados

O Partido Comunista vai, portanto, apresentar uma proposta no âmbito da discussão em especialidade do Orçamento de Estado, relativa à ligação ferroviária directa entre Guimarães e Braga.

“É difícil conciliar horários profissionais ou escolares com o tempo gasto pelo itinerário actual”.

“A falta de ligação directa entre Braga e Guimarães dificulta o uso deste transporte, na medida em que é difícil conciliar horários profissionais ou escolares com o tempo gasto pelo itinerário actual. Este facto constitui um incompreensível absurdo ferroviário e demonstra a falta de planeamento estratégico para o transporte ferroviário no distrito de Braga”, lê-se na nota justificativa da proposta do PCP para o Orçamento de Estado de 2023.

A nota menciona, ainda, que outra cidade integrante do Quadrilátero também não dispõe de ligação directa a Braga e Guimarães: “não existe uma ligação directa entre as duas cidades, distantes cerca de 25 km (rodovia), assim como não existe entre estas cidades e o concelho de Barcelos”.

Assim, o partido propôs à Assembleia da República: “Durante o ano de 2023 são iniciados os estudos necessários para a concretização da ligação ferroviária directa entre Braga e Guimarães”. A proposta é apresentada pelos deputados Bruno Dias, Paula Santos, Alma Rivera, Alfredo Maia e João Dias.

📸 Direitos Reservados

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também