10.5 C
Guimarães
Terça-feira, Maio 21, 2024

Vitória: olhar em frente para somar mais três pontos

Economia

O treinador não esquece o passado mas o futuro é agora o mais importante. Somar três pontos com o Boavista coloca o Vitória num patamar de êxito a rondar as melhores – e mais históricas – campanhas do clube na Liga Portugal.

Por isso, o jogo de amanhã (20h30), é encarado com ambição “nesta altura em que os pontos começam a ficar cada vez mais caros”.

PUB

“E Jota Silva vai a jogo” – anunciou, depois de uma pausa, no jogo com o Sporting, no qual houve necessidade de gerir o grupo.

Com razões para alardear “orgulho” nos seus rapazes que “abraçaram tão bem as minhas ideias e metodologias”, Álvaro Pacheco lembra ter sido assim que “fomos construindo uma mentalidade de vencedores numa época brilhante”.

É claro que nem tudo foi fácil e as adversidades sentiram-se. E até ao final da época tudo pode acontecer porque nem sempre o Vitória “a quatro jogos do fim do campeonato, esteve a cinco pontos do terceiro e quarto classificados”

“Está a ser uma boa época, mas queremos que ela se torne extraordinária.”

Não quer fazer já o balanço da temporada mas fala de contas e números do desempenho colectivo. “Estamos muito satisfeitos e nada apagará o que fizeram os jogadores, mas a equipa está sempre focada naquilo que ainda pode conquistar. É essa a nossa mentalidade. Está a ser uma boa época, mas queremos que ela se torne extraordinária. Vamos em busca disso. Para isso acontecer, teremos de ser Vitória, fazendo as coisas acontecer”.

Noutro vector da sua abordagem do próximo jogo, o treinador considerou que “evoluiu a equipa e evoluíram as individualidades”, evitando referências particulares sobre os seus jogadores. Mas não dúvida que “o Vitória passou a ter jogadores valorizados, de alto nível, jogadores apetecíveis tanto para o mercado nacional como para outros mercados”.

Kaio César e André André. © Vitória SC

Deixou uma nota sobre Kaio César: “entrou mais tarde, mas manifestou sempre grande potencial, disponibilidade e capacidade para se adaptar à nossa realidade, à nossa cultura e ao nosso futebol”.

Sobre os regressos de Bruno Gaspar e Jorge Fernandes, o treinador lembrou que “sempre nos deparamos com adversidades, todas as semanas, agarrando-nos sempre às soluções”. Acentuou que “não sou treinador de me lamentar e quis sempre ir em busca daquilo que nós pretendemos com os jogadores disponíveis”.

Com o Boavista, o objectivo é evitar sofrer golos em alguns momentos do jogo. “Se o Boavista marcar, vamos manter a serenidade, continuaremos sempre em busca daquilo que nós pretendemos” – concluiu.

Foto © Vitória SC

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias