15.1 C
Guimarães
Segunda-feira, Julho 15, 2024

Allianz Cup: Arouca surpreende Moreirense e vai jogar a Final Four

Economia

A vantagem de um golo que manteve até aos 70’ foi traiçoeira para o Moreirense porque se deixou surpreender, inesperadamente, por um Arouca que nunca desistiu…


Numa das várias incursões de Camacho, pela direita, a bola ressaltou para Lawrence Ofori, já dentro da área.

O médio do Moreirense foi derrubado e começou aí o primeiro golo da equipa de Paulo Alves. O ponta de lança André Luís (43’), habitual marcador de penaltis, não falhou o remate e colocou o Moreirense na situação de vantagem.

O jogo começou com chuva miudinha a deixar o relvado mais leve e pouco depois o Moreirense marcava mas Camacho foi apanhado em situação de fora de jogo.

O Arouca chegou depois mais perto da baliza de Pasinato, sendo a situação mais clara e perigosa do ataque da equipa de Armando Evangelista, o remate de Rafael Mujica mesmo na cara do guarda-redes que defendeu com as mãos, um verdadeiro tiro à queima roupa.

Antes, a bola passou à frente da baliza de Pasinato e o ataque do Arouca voltou a criar perigo sem lograr marcar.

Depois foi Camacho (38’) a rematar de cabeça, atirando por cima da barra, depois de um duplo cruzamento que levou a bola da direita para a esquerda e vice-versa.

Ainda com a memória fresca do jogo com o Benfica, o Moreirense igualava-se ao adversário numa prestação menos notória e abaixo do que lhe era habitual.

Porém, o golo de André Luís levou a equipa para o balneário com uma vantagem que se repete na grande maioria dos jogos que o Moreirense disputou esta época.

No reatamento, Rafael Mujica lembrou que tinha uma missão a cumprir no jogo. E avisou com um remate ao poste (50’).

O Moreirense passou a jogar descontraído, com vantagem de um golo. Trocava a bola com mais rapidez, aparecia na intermediária do Arouca à força de passes curtos e Rocha foi numa dessas jogadas chegou a rematar com defeito no que seria o 2-0 para a sua equipa.

Curiosamente o jogo viria a transformar-se num simples pontapé de canto. Alan Ruiz marcou a meia altura e com um toque de calcanhar Tiago Esgaio (70’) fez o inesperado golo do empate.

O Arouca começou a disfarçar contentar-se com a igualdade mas foi avisando com lances que deram trabalho a Pasinato. 

Até que Rafael Mujica voltou a surpreender e a consumar a sua intenção de golo colocando o Arouca na situação de vantagem, numa reacção ao jeito de água mole em pedra dura como já o fez por várias vezes.

O Moreirense surpreendeu o Benfica ao seguir em frente na Taça da Liga onde teve a Final Four à vista. Mas o Arouca fez-lhe o mesmo a conquistou um lugar com nessa final com Sporting, Porto e Académico de Viseu.

O Moreirense alinhou com: Pasinato, David Bruno (Platiny 85’), Luís Rocha (Hugo Gomes 85’), Rafael Santos, Pedro Amador, Gonçalo Franco, Fábio Pacheco (Steven 81’), Lawrence Ofori, João Camacho (Madson Monteiro 81’), Alan (Walterson Silva 68’), André Luís.

Amarelos: Luís Rocha (77’).

Golos: André Luís (44’).

📸 Moreirense FC

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias