Praxes: Ministro do Ensino Superior, apela a que não se realizem

As associações estudantis receberam uma carta do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior para que a retoma presencial do ensino não contemple as praxes.


Manuel Heitor quer que todos «assumam uma posição ativa na integração saudável e solidária dos estudantes no ensino superior, evitando e contrariando qualquer tipo de iniciativas de praxe ou de natureza humilhante»

O Ministro dirigiu o apelo, numa carta que enviou aos dirigentes das instituições de ensino superior e das associações estudantis congratulando-se com a retoma das atividades presenciais.

A necessidade de repudiar todas as práticas de integração dos estudantes assentes em «manifestações de poder, humilhação e subserviência a que se assistem nas praxes académicas» foi reforçada na carta. 

Sublinha o governante a importância de que essa integração tenha por base atividades de valorização do ensino superior, da formação, do conhecimento, da cultura, e que estimulem a felicidade, a tolerância e a liberdade de pensamento em respeito pelos direitos individuais e coletivos. 

Em particular, Manuel Heitor apela também a boas práticas de integração saudável e solidária dos novos estudantes no ensino superior, incluindo o Movimento EXARP, que promove um conjunto de atividades de cultura, desporto e música por todo o país visando o acolhimento e integração dos novos estudantes no ensino superior e o Movimento Transforma Portugal, que mobiliza os jovens para ações de voluntariado e de compromisso cívico.   

O Ministro refere ainda que este novo ano letivo será acompanhado pelo lançamento e divulgação de uma nova coleção de livros «Utopia e conhecimento: construção do pensamento europeu», promovida pela Agência Erasmus e divulgada pelo Jornal Público com o objetivo de estimular o conhecimento e debate sobre a cultura humanista na construção e promoção da Europa. 

Em paralelo com estas iniciativas, a Direção-Geral do Ensino Superior mantém em funcionamento a linha de apoio para denúncias de praxes abusivas através do número 213 126 111 e e do e-mail praxesabusivas@dges.gov.pt.

In: portugal.gov | 📸 Direitos Reservados

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também