OP: validado dois projectos de 2019

Um é o Taipas Tour e foi orçado em 50 mil euros; o outro Guimarães – Património com Tradição e tem um orçamento de 25 mil euros.


Validados, agora, no âmbito do Orçamento Participativo de 2019, recebendo os votos exigidos pelo regulamento, passarão a fase seguinte, a da implementação.

Aqueles dois projectos foram apresentados por dois cidadãos – José Inácio Fonseca e Maria Fernanda Pereira de Freitas – e fazem parte de um lote de oito propostas submetidas ao Orçamento Participativo (OP).

As eleições autárquicas foram a causa directa e a pandemia a causa próxima, da interrupção do processo do Orçamento Participativo.

O Taipas Tour, no entender do seu promotor, visa “promover o desenvolvimento sustentável da vila de Caldas das Taipas, através da promoção dos seus recursos naturais, históricos, desportivos e culturais dentro e fora da localidade”.

“O turismo deve ser entendido como um motor de desenvolvimento da freguesia”.

Assinala que “o turismo deve ser entendido como um motor de desenvolvimento da freguesia, com impactes positivos na economia local e este projecto visa promover o que de melhor há na comunidade”.

A divulgação dos factores diferenciadores do território de Caldas das Taipas, ganhando capacidade de atracção e maior competitividade está implícita neste projecto cuja implementação trará “um guia com conteúdos turísticos e de sinalética identificativa nos pontos de interesse da Vila de Caldas das Taipas, nomeadamente nos espaços naturais, históricos, desportivos e culturais”.

A sinalética será específica e estará dedicada para a sinalização de percursos pedestres e cicláveis geo-referenciados pelos diversos pontos de interesse e deverão estar associados, através de código QR, a material multimédia e descrição. 

A inventariação dos recursos existentes, a recolha de informação e a pesquisa sobre os vários pontos de interesse da comunidade resultarão em conteúdos atractivos de promoção abrangente e eficaz do território, como a construção de narrativas, fotografia e vídeo. 

Por seu turno, Guimarães – Património com tradição tem a cultura no eixo do projecto porque é “aquilo que melhor define um povo, um país, e a maior e mais rica herança que passa de geração em geração”.

Sendo a marca que “nos diferencia e torna únicos, sendo também sinónimo de conhecimento, história e memória”, nada melhor do que “a difundir do que através da sua partilha”

Esta filosofia marca o projecto que quer “envolver múltiplas comunidades locais”, desde escolas, associações e organizações, preocupadas e vocacionadas para o conhecimento, protecção, desenvolvimento, e organização dos seus próprios ambientes culturais, nas mais variadas formas.

Um grupo de alunos dos Agrupamentos de Escolas de Francisco Holanda e de Pevidém, jovens empreendedores do Pão com Tradição e o parceiro A Oficina – Centro de Artes e Mesteres Tradicionais de Guimarães, realizarão workshops de bordados e olaria para partilha com escolas da comunidade nova-iorquina. 

Pão com Tradição – será o mote de um workshop de confecção de broa de milho e oficina de sabores com alunos para as escolas portuguesas de Nova York, para onde deslocarão  os alunos de molde a realizar esta partilha com a comunidade portuguesa desse cidade. 

A participação na sexta edição do evento Portugal in SoHo, promovido pelo Art Institute, organização independente sem fins lucrativos, sediada em Nova Iorque, que dinamiza eventos culturais e artísticos protagonizados por portugueses é uma das acções previstas. E visa a partilha da cultura portuguesa nos EUA.

Uma exposição final com apresentação dos resultados do intercâmbio na devolução das aprendizagens e experiências à comunidade consta do programa deste evento. 

Valoriza-se e promove-se as artes, os ofícios e as tradições da região de Guimarães, e apoiam-se projectos culturais na comunidade desenvolvidos entre escolas e instituições, aproximando a arte e o património dos cidadãos, em particular os jovens, encorajando-os cada vez mais a descobrir e a envolver-se com o património cultural, reforçando o sentimento de pertença à sua cidade.

📸 Direitos Reservados

© 2022 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também