“Mercadona” em Guimarães

A “Mercadona” instala-se em Guimarães e alarga a rede de superfícies comerciais na cidade.

Texto de: José Eduardo Guimarães

Um supermercado com 1.900m2, de superfície de venda, será construído na rua Dr. Eduardo Almeida (uns metros a seguir ao Hotel de Guimarães e paredes meias com a PAVICO), num terreno que vai adquirir ao grupo Herculano Fernandes.

O investimento ainda não foi revelado mas a operação já está garantida. A Câmara vai aprovar o contrato de Urbanização, na reunião da próxima Segunda-feira, concluindo uma operação urbanística, com alguma complexidade procedimental, iniciada em 23 de Maio de 2018 quando a imobiliária HJF prometeu vender uma parcela de 7.483,93 m2 à Irmãdona – a empresa portuguesa que gere os supermercados da Mercadona, uma empresa familiar de origem valenciana, fundada e presidida por Juan Roig. A Mercadona vai construir um edifício, cuja fachada fica virada para a rua lateral à linha de caminho de ferro, e os acessos – para clientes e cargas – serão feitos por uma nova rua que ligará a rua Dr. Eduardo Almeida e que vem dar à rua D. Afonso Henriques. O projecto de arquitectura já deu entrada nos serviços de Urbanismo do Município, tem os pareceres favoráveis da Vimágua e EDP.

  • Área cedida ao domínio público (para praça, acessos, jardins e alargamento de passeios) > 1.335,90m2
  • Área de implantação > 4.585,60m2
  • Área bruta de construção > 4.076,04m2
  • Lugares de estacionamento > 200 lugares (ligeiros) 1 (pesado)
  • Tipologia do edifício > 1 piso de rés do chão e duas caves para áreas técnicas e estacionamento
  • Altura do rés do chão > 8,40m2
  • Altura da construção > 16,60m2
  • Autora do projecto de arquitectura: Arqª. Romana Moreira dos Santos

Guimarães passa a contar com mais uma superfície comercial de dimensão importante, com uma cadeia que opera no sector da distribuição alimentar. Curiosamente, o supermercado Mercadona será o primeiro empreendimento a construir na “cidadela” – de terrenos agrupados numa área superior a 66 mil m2 – do grupo económico construído por Herculano José Fernandes – em torno do Hotel de Guimarães, “Cães de Pedra” e “Herculano & Pimenta” e que se estendeu até à Fábrica do Arquinho na rua da Caldeirôa, tornado-se na mais valia de uma área central de Guimarães, onde se prevê novos investimentos.

© 2019 Guimarães, agora!

2 COMENTÁRIOS

  1. Espetacular… Já não tenho ido à verin…tenho ido ao Porto… Embora não haja exatamente os mesmos produtos… Guimarães fica a minha porta…. Afinal está aquel espaço ao abandono.

  2. Grande mulher, para comprar simples alimentos vais a Vigo! Deves ser daquelas que a seguir andas em manifestaçōes contra a poluição…. Tem vergonha comprar perto de casa nos pequenos comercios

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,231FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

- publicidade -

Leia também