Alberto Martins
Alberto Martins, 41 anos é empresário e licenciado em Gestão. Atualmente é ainda presidente da Junta de Freguesia da Vila de São Torcato desde 2017, tendo já sido tesoureiro desde 2005 até 2017. Trabalhou e colaborou com diversas empresas, de onde se destaca a empresa Coming Future e a empresa JF Economista Internacionais.

Ecovia do (desenvolvimento) Selho

No passado dia 29 de Março foi apresentada a proposta de traçado da ecovia do Selho. O percurso apresentado pela Câmara Municipal de Guimarães, conta com 22 quilómetros em toda a extensão do rio Selho e passará por 15 freguesias e uniões de freguesias, com a criação de pontos de interesse ao longo do mesmo, fazendo ainda a ligação à ecovia do Ave. Este projeto é muito importante para o desenvolvimento do concelho de Guimarães e é fundamental para a coesão territorial. Assim, grande parte do território poderá ser atravessado de forma pedonal e ciclável, criando dinamismos importantes para as freguesias, permitindo a alavancagem turística, da restauração e do comércio das mesmas e a ligação a outra ecovia, a do Ave.

Podemos facilmente identificar um conjunto de oportunidades na realização desta obra, quer ao nível ambiental e da valorização do património, quer ao nível económico.

São Torcato tem uma área muito grande que é atravessada pelo Rio Selho e aqui a ecovia terá um papel decisivo no desenvolvimento da Vila. Sendo São Torcato uma Vila, reconhecidamente com excelente qualidade de vida, eco Freguesia XXI e com forte pendor turístico, quer religioso, quer de natureza, a ecovia permitirá aproximar os territórios, criando escala, sinergias e desenvolvimento. Permitirá aliar o turismo de natureza ao religioso, potenciando-os de forma equitativa e valorizando decisivamente o património natural e edificado, tão rico em São Torcato.

Permitirá ainda a São Torcato, valorizar ainda mais a sua cultura, reforçando o seu estatuto de verdadeira capital da cultura popular vimaranense, com a sua matriz rural, onde o folclore, as atividades ligadas à terra (como o linho e as colheitas) e o culto a São Torcato, reganharão ainda maior importância e centralidade.

Estas oportunidades são portanto, basilares para o desenvolvimento da região, para a fixação de população e negócios…

A ecovia criará ainda oportunidades, ao nível económico. Pelos belíssimos trilhos e percursos à beira rio (rota dos moinhos), passarão muitos turistas, ciclistas e caminhantes, que para além de apreciar a paisagem única na região, trarão dinamização do comércio, restauração e serviços à Vila de São Torcato. Permitirá ainda, a fixação de novos investimentos, ligados a este nicho de mercado e consequentemente dinamizarão toda a atividade económica da Vila e freguesias vizinhas. Estas oportunidades são portanto, basilares para o desenvolvimento da região, para a fixação de população e negócios.

Estou certo que a ecovia do Selho é um dos investimentos mais importantes, das próximas décadas, para o concelho de Guimarães e em particular para São Torcato. Uma aposta certa da Câmara Municipal, na valorização de um património único, que poderá assim ser partilhado por todos.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,753FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

Leia também