23 C
Guimarães
Segunda-feira, Junho 24, 2024

Territórios Inteligentes: estratégia nacional contempla 60 milhões do PRR

Economia

O Governo apresentou a Estratégia Nacional de Territórios Inteligentes (ENTI), na reitoria da Universidade Nova de Lisboa, na última Terça-feira.

E anunciou o pacote financeiro que dedicará a esta estratégia. São 60 milhões que virão do PRR.

PUB

Objectivamente, a ENTI é uma ferramenta que ajudará “a gerir de forma eficiente recursos essenciais como a água, a mobilidade ou a energia, para optimizar o funcionamento das cidades, zonas rurais, florestais e áreas de protecção, e desenvolver territórios conectados que proporcionem desenvolvimento económico, inclusivo e sustentável”.

O presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança participou, entretanto, na sessão de apresentação, num painel representativo de entidades envolvidas na execução da ENTI, para partilhar perspectivas e desafios de cada uma das áreas. Fernanda do Carmo, directora-geral do Território, e Miguel de Castro Neto, director da NOVA – IMS, também intervieram no painel de debate.

Na sua intervenção, Domingos Bragança afirmou Guimarães “como cidade líder na transformação digital, que prioriza parcerias estratégicas para melhorar a qualidade de vida dos habitantes”.

Apostando numa abordagem inovadora, Guimarães tem conseguido “estabelecer alianças com universidades e promover a criação de ‘gémeos digitais’, procurando a sustentabilidade ambiental e a mobilidade urbana”, referiu.

Destacou que o foco na integração e partilha de dados na administração pública, reconhece a necessidade de cooperação para alcançar metas mais ambiciosas, evidenciando a importância das ferramentas digitais e científicas na tomada de decisões.

“Este compromisso demonstra uma visão clara para um planeamento urbano digital e integrado, fundamentado na colaboração e na transparência para o progresso contínuo da cidade”, declarou Domingos Bragança.

Elaborada de forma colaborativa, a estratégia envolveu activamente autarquias, comissões de coordenação e desenvolvimento regional, comunidades inter-municipais, empresas de tecnologia e instituições académicas. A iniciativa visa implementar 16 iniciativas estratégicas e 31 recomendações locais, utilizando soluções tecnológicas para antecipar e gerir as necessidades dos territórios, abrangendo áreas urbanas e rurais.

Concentrando-se na gestão inteligente de recursos essenciais, como água, mobilidade e energia, a ENTI busca optimizar o funcionamento das cidades, zonas rurais, florestais, áreas de protecção e comunidades em geral. Além disso, promove a cooperação entre autarquias, empresas e academia, preparando o país para enfrentar futuros desafios.

A criação da Plataforma de Dados Portugal, coordenada pela Agência para a Modernização Administrativa, desempenhará um papel crucial na gestão, partilha e análise de dados para a implementação desta estratégia.

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias