6 questões sobre o impacto do Covid-19 no mercado imobiliário

João Carvalho, da agência imobiliária Remax GO, responde a questões pertinentes sobre o que tem sido e vai continuar a ser a actividade de um sector que, em Guimarães, tem uma dinâmica invulgar.

Impacto nos negócios

Ainda é um pouco cedo para percebermos qual o impacto do vírus na faturação anual da empresa. Sabemos que não poderemos evitar que essa quebra aconteça. As primeiras duas semanas foram de adaptação à nova realidade e o mercado praticamente parou. Desde então, a cada semana que passa, o número de contactos tem aumentado, bem com o número de visitas, propostas e fechos de negócio. Temos consciência que esses números terão um aumento progressivo e cabe-nos a nós acelerarmos esse processo.

Uma evolução mais rápida

Nem tudo foi mau, temos a plena convicção que sairemos desta pandemia mais fortes do que antes. Parece uma frase clichê, típica de um treinador de futebol na reação a uma derrota pesada, se me permitem o paralelismo, mas não é. Explico-o facilmente e com factos: obrigou-nos a desenvolver ferramentas tecnológicas que não estávamos a potenciar como devíamos, nomeadamente com a elaboração de apresentações de serviços por vídeo, visitas virtuais a imóveis, aposta em melhores fotografias e vídeos dos produtos que temos em carteira, entre outras estratégias que implementamos com a nossa equipa.

Profissionalizar o mercado

Acreditamos que após esta pandemia, o trabalho do consultor imobiliário vai ser ainda mais valorizado. As pessoas vão querer comprar e vender os seus imóveis com o menor número possível de visitas, evitando assim, estar com muitas pessoas. Aqui, o consultor imobiliário terá um papel fundamental, para clientes compradores e vendedores.
Do lado dos compradores, com o apoio de um consultor imobiliário Remax GO, o cliente pode agendar uma reunião presencial ou virtual com o seu consultor, explicar exatamente o que procura para que a pesquisa seja o mais eficaz possível. Após perceber com exatidão o que o cliente necessita, o nosso consultor vai fazer um filtro do que existe no mercado e irá apresentar o leque selecionado ao cliente. Imaginemos que o cliente seleciona 4 imóveis. O consultor poderá visitar os quatro imóveis, verificar se reúnem todas as características identificadas pelo cliente e só aí, se houver essa confirmação, é que o cliente os vai ver, já com um elevado grau de certeza, de que vai encontrar a casa que procura.
No que respeita aos clientes proprietários, no momento de colocarem a casa à venda, vão querer um serviço profissional de um consultor que promove exemplarmente o seu imóvel, que represente uma marca de confiança no mercado. Mas acresce um facto, hoje mais do que nunca, é importante que o consultor que está a promover um imóvel seja capaz de fazer a melhor qualificação possível dos clientes que leva ao mesmo. Nesse capítulo, o consultor Remax GO está preparado para perceber se o imóvel se enquadra na expectativa do cliente, e se o mesmo está qualificado financeiramente para uma aquisição de determinado montante.

E os preços, oscilarão?

A pergunta que mais me fazem nas últimas semanas é “O preço dos imóveis vai baixar?”. A minha opinião é que vai. Mas também já o era antes da pandemia. Estou convencido que haverá um ajuste nos preços, à boleia do impacto no turismo, no desemprego e na confiança do consumidor.
A banca também terá um papel importante relativamente aos preços, uma vez que, ao contrário do que se verificou na crise de 2008/ 2011, existe liquidez e os bancos continuam a conceder crédito habitação com condições competitivas. Acrescento que temos um serviço gratuito de apoio aos compradores em termos de crédito, em que apresentamos as propostas de financiamento com melhores condições para cada perfil de cliente.
Para muitas famílias, será o momento certo para comprarem casa, aproveitando um abrandamento dos preços e beneficiando de taxas de juro interessantes no recurso ao crédito habitação.

Apartamento ou habitação?

Quanto à questão que me colocou sobre se poderá existir uma maior procura por moradias com algum terreno em detrimento de apartamentos, penso que sim, poderá existir essa tendência por parte de alguns compradores, antevendo possíveis situações de confinamento no futuro.

Emprego no Imobiliário

Concluo dizendo que continuamos a aumentar a nossa equipa, pelo que, pode ser a altura certa para abraçar um projeto de sucesso e uma profissão que permite conciliar a qualidade de vida com rendimentos acima da média.

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

1,573FansCurti
104SeguidoresSeguir
35SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

- publicidade -

Leia também

Tantos Beijos Por Dar

Videoclip do tema "Tantos Beijos Por Dar", música...

“Eleva-te e inspira-te”

Este ano 2020/4 será aquele ano de preparação par...

“Populismo vitoriano” trama Ivo Vieira

Ivo Vieira teve uma conversa banal e trivial com ...