10.5 C
Guimarães
Terça-feira, Maio 21, 2024

Turismo: Guimarães adere à Associação de Municípios Portugueses do Vinho

Economia

A proposta de adesão, a ser aprovada na próxima Assembleia Municipal, surge no contexto da estratégia de promoção vinícola do território, favorecendo a sua promoção integrada e dos seus produtos endógenos.

O Município de Guimarães sinalizou a sua disposição de aderir à Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV). O propósito foi manifestado por Paulo Lopes Silva na reunião inter-municipal daquela associação que decorreu em Santarém.

PUB

Há, já, 140 municípios a integrarem esta AMPV – a segunda maior do país, logo a seguir à Associação Nacional dos Municípios Portugueses.

Esta adesão surge no contexto da estratégia de promoção vinícola do território, favorecendo a sua promoção integrada e dos seus produtos endógenos.

Paulo Lopes Silva, justifica que “fazer parte desta associação promove o desenvolvimento de redes de trabalho e de cooperação, que potenciam a promoção do território enquanto destino vinícola”.

Com esta adesão, o Município de Guimarães consegue garantir a “participação em eventos com elevado potencial promocional, como a feira nacional da agricultura ou o festival nacional de gastronomia”, a colaboração “na organização e promoção de eventos vinícolas”, e ainda a “integração na Recevin – rede europeia de cidades do vinho”, permitindo internacionalizar os vinhos de Guimarães.

Após ser aprovada em Assembleia Municipal, a adesão de Guimarães à Associação de Municípios Portugueses do Vinho apenas se poderá tornar efectiva mediante visto do Tribunal de Contas.

A Associação de Municípios Portugueses do Vinho pugna pela afirmação da identidade histórico-cultural, patrimonial, económica e social dos municípios portugueses e dos territórios ligados à produção de vinhos de qualidade. É composta por uma rede de cerca de 130 municípios portugueses com vincada tradição vitivinícola, que tem em vista o desenvolvimento e implementação de projectos conjuntos de promoção e valorização da cultura e dos produtos endógenos.

Como principais actividades destacam-se a rede de freguesias vinhateiras, olivícolas e corticeiras de Portugal (cuja adesão não tem custos para freguesias de municípios associados), o concurso enológico cidades do vinho, o festival da canção rural, a atribuição do título ‘Cidade do Vinho’ ou a presença activa e expressiva no festival nacional de gastronomia e na feira nacional de agricultura, entre outras.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias