17 C
Guimarães
Quarta-feira, Abril 17, 2024

Amar o Minho: residências gastronómicas em Famalicão

Economia

O Consórcio Minho Inovação, em parceria com as CIM do Alto Minho, Cávado e Ave, promove esta iniciativa, de 17 a 22 de Setembro.

Potenciar o conhecimento dos recursos actuais do Minho, pelo seu carácter singular, criando valor cultural e económico na região e atraindo novas sinergias de valorização é o objectivo.

Desta iniciativa, irão ser potenciados eixos complementares que visam a activação de uma rede dinâmica e consolidada, reconhecendo recursos numa variedade de contextos agro-alimentares do produtor até à mesa.

A criação de um espaço experimental gastro-pedagógico que, apesar de estar sediado em Famalicão, irá percorrer contextos das três CIM do Minho.

O convite foi realizado a jovens estudantes das escolas dos Municípios integrantes (cuja residência pessoal pertença a uma das três CIM) que tenham motivação e formação na área da gastronomia, que juntamente com três chefs de reconhecido trabalho pela contínua valorização do alimento e produtos endógenos, nomeadamente, o chef Álvaro Dinis Mendes (restaurante Cor de Tangerina de Guimarães), chef Liliana Duarte (restaurante Cor de Tangerina de Guimarães) e chef Renato Cunha (restaurante Ferrugem de Famalicão).

Têm sido protagonistas também em eventos culturais no território que reflectem este processo autoral, reflexivo e diferenciador, de uma perspectiva multidisciplinar da cozinha onde a sustentabilidade é palavra de ordem.

Os jovens participantes irão consolidar este desafio, participando activamente na construção do seu conhecimento pelas imersões no território do mar até à montanha: ouvindo, aprendendo, gerando sentido crítico e abrindo novas perspectivas relacionadas com a realidade. Este evento promove o envolvimento activa da comunidade e de parceiros na promoção da gastronomia do nosso território, tendo como mote principal a criação de desafios, para os alunos de gastronomia desta região, de forma a celebrar a região naquilo que a caracteriza.

As iniciativas nesta jornada de seis dias de Residências Gastronómicas passam por realizar workshops com chefs de referência, almoços e jantares de degustação comentados pelos chefs, masterclass com investigadores da área da alimentação em locais de interesse histórico e gastronómico, visita a produtores de vinho, agricultores, workshops sobre sustentabilidade na cozinha e preparação de menus relativos ao evento, na praça do Mercado, em Vila Nova de Famalicão.

A organização tem disponibilidade para alojar um total de 10 alunos e procura promover práticas pedagógicas alternativas, num registo de participação activa no contexto; potenciar a consciência sobre a sustentabilidade e alimentação no panorama actual da biodiversidade e história da gastronomia; criar pontes intergeracionais de aprendizagem; e valorizar o território do Minho como local de diversidade, riqueza e potência para futuros cozinheiros/as.

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias