18.8 C
Guimarães
Domingo, Junho 23, 2024

UNU-EGOV: Paulo Rangel elogia o seu papel e destaca oportunidade para Portugal

Economia

O Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel, destacou a importância da Universidade das Nações Unidas – Unidade Operacional em Governação Electrónica (UNU-EGOV) no apoio ao desenvolvimento da governação digital, em especial nos estados membros da Organização das Nações Unidas (ONU), e sublinhou a oportunidade que a missão da UNU-EGOV representa para o país.

© PUB

“Para Portugal é uma grande oportunidade por força da cooperação forte e íntima que temos com muitos países, especialmente com aqueles que usam o português como língua oficial”, sublinhou Paulo Rangel na cerimónia comemorativa do 10º aniversário da UNU-EGOV, que decorreu na passada Quinta-feira no Centro Cultural de Vila Flor.

Paulo Rangel (Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros). © Direitos Reservados

“O desafio da UNU-EGOV não é apenas científico e tecnológico, é também moral e legal.”

Desafiando a transpor para o mundo digital o legado nacional de boas relações globais, o Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros destacou ainda a necessidade de, neste processo de transição digital da relação entre cidadãos e governos, proteger e promover os princípios gerais contidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos. “O desafio da UNU-EGOV não é apenas científico e tecnológico, é também moral e legal”, enfatizou.

No mesmo sentido, o subsecretário geral das Nações Unidas e reitor da UNU, Tshilidzi Marwala, protagonizou uma palestra sobre ‘Inteligência Artificial (IA) como propulsor da Governação Digital’ realçando os esforços que estão a ser feitos para assegurar uma abordagem mais humanista e ética no desenvolvimento e aplicação da IA, com especial enfoque na redução das desigualdades entre o Norte Global e o Sul Global.

Na cerimónia comemorativa do 10º aniversário, a directora da UNU-EGOV, Delfina Soares, anunciou a constituição de um comité consultivo nesta “nova etapa de crescimento”, reafirmando o desejo de ver reconhecido pelo Estado português o estatuto de Instituto à unidade operacional da Universidade das Nações Unidas instalada em Guimarães desde 2014.

O comité consultivo da UNU-EGOV, que será instalado em breve, é composto por Maria Manuel Leitão Marques, Payal Arora e Marielza Oliveira, além de Delfina Soares e Tshilidzi Marwala por inerência de funções, respectivamente directora da UNU-EGOV e reitor da UNU, e será secretariado por Elisabete Simões, actual chefe da administração da UNU-EGOV, segundo foi anunciado.

Na cerimónia estiveram ainda presentes o presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, o vereador da Cultura, Paulo Lopes Silva, o reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, além da vice-presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), entidades que têm tido um papel fundamental no apoio operacional à UNU-EGOV.

Paulo Lopes Silva, representando a Câmara Municipal de Guimarães, endereçou os parabéns a “todos quantos, ao longo destes 10 anos, contribuíram para fazer da UNU-EGOV uma unidade especial, essencial na formação dos países em desenvolvimento e na promoção da democracia em todo o mundo”. No seu discurso, reafirmou ainda o compromisso da autarquia, nomeadamente na ampliação as suas instalações, de forma a criar as condições infra-estruturais para que a unidade possa vir a ser classificada como Instituto das Nações Unidas. Foi deixada uma palavra de agradecimento ao Governo pela criação da unidade em Guimarães, e lembrada a necessidade de um apoio contínuo para que a UNU-EGOV possa desempenhar o seu importante papel de um modo cada vez mais relevante e disseminado.

Instalada num edifício reabilitado do quarteirão de Couros, em Guimarães, entretanto classificado Património Mundial pela Unesco, a UNU-EGOV reúne uma equipa multidisciplinar e multicultural de mais de 30 investigadores de 18 nacionalidades. Desde o seu estabelecimento, já desenvolveu mais de 60 projectos de governação digital em mais de 20 países, colaborou com mais de 20 organizações internacionais, organizou mais de 90 eventos e realizou mais de 300 publicações.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias