25.1 C
Guimarães
Sexta-feira, Julho 19, 2024

Necrologia: faleceu Rui Guimarães, um dos Capitães de Abril

Economia

A morte, aos 80 anos de idade, do vimaranense que foi um dos Capitães de Abril, Rui Guimarães, mereceu consternação na cidade.

Quer o presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, quer a Sociedade Martins Sarmento (SMS) expressaram a sua consternação pelo falecimento de Rui Guimarães, apresentando à sua família e amigos as mais sentidas condolências.

PUB

Rui Rolando Xavier de Castro Guimarães prestou serviço militar em Angola e na Guiné. Em Abril de 1974, Rui Guimarães era capitão no Regimento de Infantaria nº 8 de Braga e durante as reuniões do Movimento das Forças Armadas, que preparam o derrube do regime, foi eleito o representante dos militares da Região Militar do Norte.

Membro da Associação 25 de Abril e da Comissão Promotora de Homenagem aos Democratas do distrito de Braga, o agora Coronel nunca deixou de lutar por um Estado democrático em Portugal, sendo decisiva a sua acção para o sucesso da Revolução dos Cravos.

Marcelo Rebelo de Sousa, presidente da República, condecorou Rui Guimarães, juntamente com outros militares com participação directa no 25 de Abril de 1974, com o grau de Grande-Oficial da Ordem da Liberdade, em Março de 2023.

A Sociedade Martins Sarmento sublinha que “o Coronel Rui Guimarães foi um Capitão de Abril, representante dos militares da Região Militar do Norte nas reuniões preparatórias do Movimento das Forças Armadas”.

E teve destaque no último número da 9 – Revista de Guimarães – Júnior, que assinalava a passagem dos 50 anos do 25 de Abril.

Na entrevista que concedeu a esta publicação da SMS, deixou uma mensagem às novas gerações: “O MFA teve por objectivo essencial a juventude, porque nós entendíamos que este país só se podia desenvolver com a juventude. Nós temos, hoje, uma juventude bem preparada, mas também temos uma coisa que eu acho que está a exacerbar-se, que é o individualismo. Eu desejaria que o futuro levasse esta juventude a ser mais solidária, por um lado, mas também mais ambiciosa nos seus objectivos e mais realizada na sua felicidade, no seu quotidiano. A grande esperança e a grande certeza é que os jovens encontrarão as formas de chegar a essa solução…”

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias