8.8 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 7, 2023

Uma feira que cria beleza e se torna num evento

Economia

Micam completou 50 anos

The Micam, a maior feira internacional de calçado, continua a ser uma experiência viciante e um acontecimento único, mesmo quando completa 50 anos de idade.

Maior feira de calçado do mundo, onde as empresas portuguesas e vimaranenses não deixam de dar um ar da sua graça, a famosa The Micam, é uma manifestação para ver, tocar, viver e jogar.

Há quem diga que é mesmo um evento único, quiçá viciante, que interpreta com originalidade o mundo do calçado e onde se gera um caleidoscópio de emoções.

A mostra (de calçado e também de couro e jóias) é bastante sugestiva, uma maravilha onde se joga a sério a “competência e a competitividade” dos fabricantes e expositores de calçado.

Quando completa 50 anos, a Micam confirma a ideia e o mote de que “cria beleza” e se “torna” num evento, ainda mais actual e fascinante, fundindo com sucesso o “business” com a moda.

Nesta edição, a Micam apresentou um novo espaço – Players District – que mais não é do que uma montra especial para o calçado outdoor e desportivo. A grande variedade de desporto teve um “palco” para se exibir, em algumas modalidades – como o basquetebol – onde não faltou animação e performers, dando mais importância ao calçado desportivo.

À Micam chegam todos os anos, os “Emerging designer” com as suas propostas criativas, inéditas, produzidas com material inovador e com formas originais. São chineses e de outros países, estes designers que já não se limitam a criar um produto mas a sabê-lo comunicar, ao jeito dos “Influencers” que também chegam de outras capitais para falar do sapato e do calçado, da moda. São estes jovens talentos que trazem algo sempre novo a um evento onde a criatividade e inovação andam de mãos dadas.

Pelo deslumbre que provoca, a Micam tornou-se num ponto de partida e de chegada, entre uma feira e outra, fazendo emergir o sector do calçado com um potencial económico de 14,3 mil milhões de euros, mais de 75 mil trabalhadores, exportando mais de 85% da sua produção e com uma audiência a passar dos 45 mil visitantes.

Entre os altos e baixos do sector, de conjunturas que mudam cenários económicos, também a Micam regista a saída e depois o regresso de inúmeras marcas com nome no sector.

Facto que evidencia o dinamismo que se sente nesta indústria – onde o comércio online já ganha posição – cresceu no último ano em mais de 5% – apesar dos efeitos preocupantes de uma baixa de 3,7% nos negócios, por dificuldades registas em alguns mercados.

O sector do calçado continua a ter uma crescimento de mais de 8% e a Micam registou este ano a presença de 1303 expositores, sendo 695 italianos – o que a confirma como grande certame de Itália – mais 608 estrangeiros que enriquece o seu estatuto de evento com escala global.

As empresas portuguesas não descuram a presença na Micam, apesar das transformações no modelo de distribuição dos sapatos, dos negócios online. E Portugal continua a ter uma presença bem numerosa, em cujo contigente estão as marcas e empresas vimaranenses nomeadamente: Ambitious, Campobello, Coxx-Borba, Darita, Eureka Shoes, Fly London, Paradigma, Softinos, Take a Walk, Quarvif, Overstate.

Todas e cada uma com produtos interessantes que seguem a pegada deslumbrante, de qualidade e de confecção mais complexa, alinhando pela tendência do mercado marcada por um design moderno, atrevido e vivo.

© 2019 Guimarães, agora!

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias