Desporto: 59.274€ de apoio municipal para clubes desportivos

Os clubes de futebol, futsal, rugby, hóquei em patins e andebol vão ter um apoio extraordinário da Câmara Municipal por causa dos efeitos da pandemia nas competições desportivas.


O cancelamento de inúmeras actividades desportivas e os efeitos originados na tesouraria de alguns clubes, levou a Câmara Municipal a dedicar apoios extraordinários, ao desporto federado, apenas para equipas seniores.

Foram beneficiados 37 clubes de futebol, futsal, rugby, hóquei em patins e andebol com subsídios destinados a pagar 40% das taxas organizativas, cujos valores variam entre 520 e 2.910€.

O vereador do Desporto, Ricardo Costa, declarou que até ao final da época estes clubes vão ter de pagar cerca de 5.800€, de encargos ligados à organização dos jogos.

As equipas que disputam os campeonatos Pró Nacional – CC Taipas, Torcatense, Serzedelo, Ponte, Ronfe e Sandinenses, receberão 2.347€ cada; as que militam na Divisão de Honra da AF Braga – Selho, Campelos, Polvoreira, Gonça, Amigos de Urgeses, Pevidém e Airão, receberão 1.355€; as equipas da 1ª divisão, também da AF Braga – Longos, Prazins Corvite, Aldão/Cano, Ases, Santiago e Mascotelos, Tabuadelo, Stº Estevão, S. Cristovão, Souto e Gondomar, Brito, Sandinenses e Ronfe, receberão 1.471€. Também, o futebol feminino foi contemplado, sendo de 520€ o montante atribuído às equipas do Brito, Polvoreira e Tabuadelo.

No futsal, os clubes contemplados, são Os Piratas de Creixomil e Lordelo, com 2.236€, a Juni com 840€ e as equipas femininas do Nespereira, Candoso e GTeam com 753€.

O GRUFC – único clube com a modalidade de rugby – foi contemplado com 2.630€; e o CART – também único clube com Hóquei em Patins – receberá 2.910€.

O Xico Andebol vai receber um subsídio global de 3.384€ para as equipas que disputam o campeonato da 2ª e 3ª divisão e taça feminina.

📸 © GA!

Ricardo Costa, vereador do desporto, justificou os apoios com “a necessidade de suprir as necessidades das associações desportivas, impedidas de levar a cabo um conjunto de actividades e serviços que geram receitas”. Sem este apoio, tornava-se difícil “honrar os compromissos regulares relacionados, com despesas de funcionamento e encargos de pessoal”.

Acrescenta que a atribuição destes apoios levou em conta “a incerteza de que se reveste actualmente a realização dos campeonatos de formação” porquanto a criação de “mecanismos financeiros para salvaguardar dezenas de clubes desportivos com actividades dirigidas aos escalões mais jovens” era um imperativo no âmbito do apoio aos clubes.

O apoio dado pelo Município para além do pagamento de parte de taxas organizativas, devidas às associações ou federações, visam comparticipar encargos com a realização dos testes Covid-19, de forma a salvaguardar os actuais quadros competitivos.

“O desporto tem de continuar, com respeito pelas regras sanitárias mas é altura de olhar para o desporto reconhecendo que os clubes não profissionais teriam de ter alguma ajuda…”

“O desporto tem de continuar, com respeito pelas regras sanitárias mas é altura de olhar para o desporto reconhecendo que os clubes não profissionais teriam de ter alguma ajuda” – salienta o vereador.

O Berço, Brito e VSC, com equipas na 3ª divisão nacional, o Vitória SAD e o Moreirense SAD, ficam de fora deste tipo de apoios por razões evidentes, dado tratar-se de clubes com outra dimensão financeira.

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,064FansCurti
0SeguidoresSeguir
66SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

- publicidade -

Leia também

Dezembro “recolhe-te”!

Estamos no último mês do ano! 2020 teve um misto ...

Comércio: faça compras no comércio local pela via digital

A aplicação que vai permitir dinamizar uma relaçã...

Muralhas no tempo

Caminhamos para o final do presente ano, e que an...