13.2 C
Guimarães
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Vitória: derrota com Casa Pia coloca em crise o 5º lugar 

Economia

O despertador tocou cedo. Clayton (4′) marcou para o Casa Pia numa jogada pela esquerda que fez lembrar jogos de outras épocas.

Mas a equipa do Vitória não acordou. ‘Vagueou’, rematou, trocou a bola e deixando ao adversário lançar o pânico na defesa vitoriana.

Esperava-se uma reacção mas o que se viu não deixou os adeptos satisfeitos. Clayton voltou a aparecer na frente de Charles Silva, isolado, mas a rematar ao lado.

De novo o despertador… a lembrar ao Vitória a necessidade de utilizar outros processos para anular a vantagem e não repetir erros e encontrar soluções para ‘matar’ os contra-ataques do Casa Pia.

E então Pablo Roberto (35′) faz o mesmo: corre pela esquerda, isola-se, finta defesas, senta Charles Silva no chão, deambula na área e procura o melhor ângulo de remate para o golo. E concretiza com dois jogadores vitorianos a tapar a baliza.

Não era surpresa, apenas a aplicação simples de processos de jogo, expeditos, com velocidade, uma enorme certeza no que se fazia. Jogar simples nem todas as equipas o fazem.

O Casa Pia demonstrou tranquilidade bastante para aguentar a vantagem, suster a pressão do Vitória em sucessivos ataques e nunca se virou de costas para a baliza de Charles Silva.

E como não há duas sem três, o central Tchamba (45’+2′) arranca em grande velocidade finta toda a gente e fica com Charles Silva pela frente e com o 3-0 à vista. O remate já na área foi preciso, a bola embateu no poste e saiu para fora.

Veio o intervalo, todos desejavam a reviravolta mas o Vitória dá-se mal com esta equipa lisboeta que vem sempre a Guimarães causar ‘engulhos’ e ganha jogos merecidamente.

O Vitória rematou sem fim mas ou era o guarda-redes a defender ou então os jogadores vitorianos atiravam para longe da baliza, sem direcção alguma.

Foi uma pressão enorme, até Kaio César que entrou aos 83′ fartou-se de rematar mas sempre desenquadrado da baliza.

E todos no estádio percebiam que o adversário, nesta noite de chuva miudinha mas incessante se mostrava um Casa Pia com um estilo do Arouca… equipas com quem o Vitória se dá mal.

Veja-se a curiosidade: o Vitória contra o Portimonense e o Casa Pia fez apenas dois pontos – empates fora – e duas derrotas no estádio D. Afonso Henriques.

No rescaldo da jornada, o Vitória fica a três pontos do Moreirense e fica à espera do resultado do Braga para se perceber o impacto da derrota com os lugares de cima.

O Vitória alinhou com: Charles Silva, Bruno Gaspar, Borevkovic, Jorge Fernandes (André André 45’), Tomás Ribeiro, Ricardo Mangas, Tiago Silva, Tomás Händel (Kaio César 83’), Nuno Santos (João Mendes 45’), Jota Silva, André Silva (Nelson Oliveira 74’).

Amarelos: André André (51’).

Foto © Vitória SC

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias