10 C
Guimarães
Quarta-feira, Fevereiro 28, 2024

Condado: um espaço renovado para enriquecer gastronomia local 

Economia

Enquanto espaço mítico do imaginário colectivo de Guimarães, o Condado abre ao público, a partir do dia 7 de Fevereiro, na sequência da aposta de Flávio Meireles (ex-futebolista) e do empresário vimaranense Joaquim Martins.

Com a recuperação daquele património vimaranense – localizado na rua João XXI, junto ao Estádio D. Afonso Henriques – o Condado surge como um renovado espaço que articula a memória do território de Guimarães, com uma linguagem arquitectónica de estética interior modernista, propondo uma oferta comensal variada servida entre a rápida refeição ao balcão, o clássico almoço e jantar, a importante reunião de negócios ou o descontraído encontro de celebração da amizade.

PUB

O projecto de reabilitação do Condado, inicialmente inaugurado a 1 de Agosto de 1969 por António Joaquim de Oliveira Martins, preservou a famosa pintura de Lima, de 1982, com a representação de Egas Moniz perante o Rei de Castela.

A abertura do novo Condado decorrerá nos dias 7 e 8 de Fevereiro (entre as 17h00 e as 22h00), podendo todos os interessados conhecer livremente o espaço e experienciar algumas das ofertas.

“Pelo seu historial, o Condado afirmou-se ao longo dos tempos como uma instituição no concelho vimaranense, um lendário lugar de histórias e memórias, área de encontros, espaço de reuniões, fórum de debate e local de convénios, surgindo agora adequado às exigências dos tempos modernos com ofertas de cozinha emocionais e exaltadas” – salienta uma nota de imprensa.

“Viramos uma página para continuarmos a escrever a nossa história juntamente com todas as pessoas que nos visitarem. O Condado é o mesmo espaço, mas propondo uma nova experiência. É um projecto fundado na memória local, apontado para o futuro vimaranense”, afirma Flávio Meireles. “Com a ligação que tenho a Guimarães, este é essencialmente um investimento na cidade, em todos os vimaranenses, em todas as pessoas de fora que vêm visitar esta bela cidade”, explica o ex-futebolista.

Ao longo de 50 anos o Condado destacou-se no seu percurso e, partindo desse legado, surge agora para “pousar, pausar, restaurar estômagos, alimentar o espírito e restabelecer energias”, realça Flávio Meireles. “O Condado quer ser um actor preponderante no concelho, associando-se aos novos ritmos e às novas dinâmicas da cidade”, conclui.

“Temos um espaço com outra beleza para todos usufruírem”, destaca Joaquim Martins esclarecendo que a cozinha do restaurante Condado, chefiada pelo chef Diogo Almeida, assenta numa oferta diversa onde o tradicional da cozinha portuguesa combina com novas propostas ao palato, resultantes de descobertas e de novas emulações, numa sempre renovada aventura de sabores que, a todo o tempo, vale a pena descobrir.

Evocando a condição ‘Primus’, o Condado afirma-se com um lugar e um património com história e memória, um ponto de partida, mas também ponto de chegada para fruir uma nova aventura de harmonia gustativa numa atmosfera sedutora, uma nova descoberta de palatos em permanente desafio de sabores.

O Condado regressa assim ao convívio dos vimaranenses com um espaço totalmente transformado e apostando na mesma relação de intimidade, conforto e inspiração, capaz de fornecer experiências gustativas diferenciadas.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias