18.4 C
Guimarães
Quinta-feira, Junho 20, 2024

Eduardo Leite: a fé num mandato melhor para servir quem precisa

Economia

Eduardo Leite partiu para o seu segundo mandato na Santa Casa de Misericórdia de Guimarães (SCMG) depois de ouvir alguns acordes do órgão de tubos do Convento de Santo António dos Capuchos.

Lembrando que o seu primeiro quadriénio foi difícil, numa instituição com 300 utentes e 240 funcionários, acossado por um aumento de custos – derivados dos aumentos de 400% no preço da energia – o actual Provedor da SCMG falou de “muitas dificuldades”, incluindo o facto da equipa que dirigiu ter sido formado por outros.

📸 Direitos Reservados

Sublinha que, agora, “fui eu que escolhi as pessoas que compõem a Mesa Administrativa”; antes “eu e outros fomos escolhidos”, factor que assegurará uma estabilidade governativa maior.

“Vamos ter um mandato melhor do que o anterior.”

Continua a dizer que a sua missão “é altruísta” ao fazer parte de uma instituição como a SCMG. E acredita que “vamos ter um mandato melhor do que o anterior”, tratando “o melhor possível quem precisa”.

Reitera que “nós não fazemos o que queremos, fazemos o que é possível”, numa instituição que “é a maior de Guimarães, uma das suas grandes empresas”, onde “a persistência e voluntarismo” continuam a ser valores a praticar.

📸 Direitos Reservados

Antes, Luís Teixeira e Melo, presidente da mesa da Assembleia Geral, havia sublinhado que a posse, “cerimónia de relevo substancial, em que se cumprimenta os que saem e os que entram”, seguiria os cânones da instituição, enquanto associação e Irmandade religiosa que tem “uma influência forte da sociedade civil”.

Na tomada de posse que decorreu na Igreja de Santo António dos Capuchos, estiveram presentes todos os membros dos órgãos sociais, Manuel Lemos, presidente do Secretariado Nacional da União das Misericórdias Portuguesas e Adelina Pinto, vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães. O Padre Manuel Ribeiro Alves, Capelão da Misericórdia de Guimarães, encerrou a sessão com a sua benção.

📸 Direitos Reservados

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias