23.4 C
Guimarães
Terça-feira, Abril 23, 2024

CRO: obras de 1,6 milhões aprovadas para ampliação

Economia

O Município de Guimarães aprovou o projecto de ampliação do Centro de Recolha Oficial (CRO) de Guimarães, num investimento de 1,6 milhões de euros. A execução da obra está estimada em 365 dias.

O projecto, concebido pela Norte Arquitectos, da WebMais, visa adequar as condições de alojamento animal às alterações legislativas ocorridas desde a construção do canil/gatil em 2004, procurando modernizar as instalações para proporcionar cuidados veterinários de qualidade e aumentar a capacidade de acolhimento de animais errantes na região.

PUB

Dois aspectos fundamentais foram considerados na elaboração do plano de ampliação. Em primeiro lugar, a nova legislação introduziu a esterilização como principal método de controlo populacional de animais errantes e proibindo o abate, implicando a necessidade de mais alojamentos e adaptações para estadias prolongadas. Em segundo lugar, há a urgência de oferecer melhores condições de assistência veterinária e alojamento para os animais, especialmente cães e gatos.

A intervenção será dividida em duas áreas principais: a zona A, que receberá a expansão do serviço veterinário, unidades de alojamento para gatos e cães, e a zona B, onde serão criadas unidades adicionais de alojamento para cães, além de áreas de apoio.

Esta iniciativa reflecte o compromisso do Município de Guimarães com o bem-estar animal e a responsabilidade social, garantindo que os animais tenham o cuidado e a atenção necessários enquanto aguardam por uma adopção responsável.

Sofia Ferreira declarou que “estamos a cumprir promessas”, referindo-se a essa e outras obras. Sobre o CRO afirmou que “se vai incentivar a adoção mas temos um centro de acolhimento maior para animais desprotegidos e abandonados”.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias