12.7 C
Guimarães
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Bombeiros: aniversário cheio de afectos e reconhecimentos

Economia

Em cada aniversário dos bombeiros paira na cidade uma onda de afectos sobre os homens e mais recentemente, também, sobre as mulheres que vestem a farda da corporação.

Os voluntários são para a população um factor de segurança, pela função que desempenham no socorro, na protecção civil, na saúde.

PUB

Os 147 anos, hoje, com o protocolo habitual, de fazer ‘as tropas’ marchar e desfilar nas ruas da cidade, depois da missa, e as homenagens habituais a quem se dedica à causa, o rufar de caixas e o tocar de clarins, tudo isso cria uma atmosfera de enlace entre a comunidade civil e a que agrupa os bombeiros.

Nem todos assimilam este sentimento mas é isto que se sente quando os bombeiros fazem a festa de aniversário da corporação com orgulho, transversal a muitas famílias de vimaranenses, que se colocam nos passeios para ver a marcha que passa de bombeiros engalanados e alinhados num desfile que tem este sabor humano.

O Ministro da Administração Interna, em final de funções, o presidente da Assembleia Municipal e o presidente e os vereadores municipais, e outros convidados marcam presença também com um sentimento de pertença à causa dos bombeiros.

É um dia de festa, com o ritual do costume, mas com um recordar sobre o passado, evocando o espírito dos que já partiram e lembrando os que serviram muito bem a honra e glória dos bombeiros vimaranenses.

O presente é sempre lembrado porque há homens e mulheres a merecer uma condecoração. Mas o 147º aniversário fica marcado pelo protocolo assinado com o Centro de Formação Francisco de Holanda, representado pela directora Rosalina Pinheiro, e a Escola Nacional de Bombeiros, pelo seu director, Vítor Reis, que permitirá aos alunos que acabem o 9º ano ter formação inicial para ingresso nos bombeiros voluntários.

O tempo de palavras, ficou marcado pelo que disse o presidente da Câmara ao elogiar a “liderança pró-activa do presidente da direcção João Pedro Castro”; e ao Ministro da Administração Interna pediu apoio do governo central para “o trabalho imprescindível que todos os bombeiros voluntários fazem em prol das comunidades que protegem e socorrem”. Deixou ainda uma palavra de apreço e agradecimento ao bombeiro Pedro Almeida, que recuperou de uma queda onde havia ficado gravemente ferido, em 11 de Dezembro de 2023.

Sobre obras e projectos, o presidente da Câmara realçou “a reabilitação das piscinas e anunciou que será votada na próxima reunião do executivo o apoio à sua execução”, convicto de que esta empreitada “irá servir toda a comunidade vimaranense”

Sobre a condecoração do comandante Bento Marques, Domingos Bragança reconheceu todo o seu trabalho e dedicação de total disponibilidade, de competência e imensa generosidade, no serviço de socorro e de protecção de todos. “Guimarães orgulha-se de si”, rematou o presidente da Câmara Municipal. 

De facto, o comandante Bento Marques havia sido condecorado com a Medalha de Mérito da Protecção e Socorro, no Grau Ouro e Distintivo Laranja, pela sua “profunda dedicação e elevada competência” que têm “contribuído para o enriquecimento dos bombeiros e da protecção civil pela sua exímia conduta e profissionalismo” tendo sido um “elemento fundamental em todas as operações de protecção e socorro”

Bento Marques o comandante que é figura incontornável dos bombeiros vimaranenses. © Direitos Reservados

O despacho de condecoração, assinado pelo Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, sublinha ainda a “carreira dedicada ao serviço público e à dignificação do planeamento e socorro em Guimarães e na região norte” do comandante Bento Marques que, “para além das elevadas competências operacionais”, se destaca pela sua enorme “capacidade de liderança pelo exemplo, capaz de inspirar os outros a seguirem um caminho de altruísmo e ir mais além nas suas funções”, mobilizando-os para a causa do serviço público.

“Guimarães é um exemplo na Europa na qualidade de vida e no bem-estar.”

O ainda Ministro deixou, também, elogios ao trabalho desempenhado por Domingos Bragança e pelo seu executivo, afirmando que “Guimarães é um exemplo na Europa na qualidade de vida e no bem-estar” de todos os seus cidadãos. 

José Luís Carneiro agradeceu o trabalho e empenho de toda a estrutura de Protecção Civil, nomeadamente, da Liga dos Bombeiros, durante o seu mandato, identificando ainda o trabalho inovador e a capacidade de atracção dos mais jovens que os Bombeiros Voluntários de Guimarães têm desenvolvido nos últimos anos. “As sociedades de hoje exigem uma profissionalização” para se poder antecipar riscos e conseguir responder melhor quando eles surgem, motivo pelo qual se tem reforçado o investimento nas equipas permanentes das Associações Humanitárias, que cresceu de 800 bombeiros em 2015, para “cerca de 3800 em todo o país, preparados para este dispositivo”. Para o Ministro, “o importante é conseguir atingir os objectivos” e não quem os atingiu.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias