23.4 C
Guimarães
Terça-feira, Abril 23, 2024

Multiusos: António Magalhães fica com o nome na nave dos espectáculos

Economia

Depois de Francisca Abreu ter sido homenageada com o seu nome a identificar o grande auditório do CC Vila Flor, agora é António Magalhães, ex-presidente do Município a ter o seu nome na nave da maior sala de espectáculos e eventos desportivos de Guimarães.

A decisão foi aprovada por unanimidade pelos vereadores do PS e da coligação Juntos por Guimarães (JpG) na reunião desta manhã da Câmara Municipal.

Domingos Bragança justificou que “esta decisão era uma excepção… uma boa excepção, num momento feliz”, pois, “a marca deixada ao longo de 24 anos por António Magalhães na cultura e no desporto merecia esta homenagem”.

Ricardo Araújo, em nome da JpG, concordou com a proposta, “apesar das divergências políticas” mas o reconhecimento institucional devido ao ex-presidente “é um contributo para a dignificação pública dos que exercem os cargos” na administração local.

“Dignificou os que se dedicam à causa pública.”

Reconheceu ainda que o ex-presidente da Câmara “deixou uma obra considerável em Guimarães, dignificou os que se dedicam à causa pública”.

Na sua proposta, a Câmara lembra a inauguração da cidade desportiva, com a presença do então Primeiro-ministro, António Guterres, em 17 de Novembro de 2001, constituída por três instalações centrais no desenvolvimento da estratégia de Guimarães para o desporto: o Multiusos de Guimarães, o Complexo Municipal de Piscinas e a Pista de Atletismo Gémeos Castro, cuja gestão foi atribuída à Tempo Livre, que celebra este ano o seu 25º aniversário.

Cidade desportiva em Guimarães. © Direitos Reservados

Lê-se que “a história da Tempo Livre confunde-se com a marca singular que António Magalhães imprimiu ao sector do desporto em Guimarães, criando as condições indispensáveis para uma alteração profunda do paradigma do eco-sistema desportivo vimaranense, que passa a atribuir importância e primazia ao desporto informal e comunitário, democratizando, dessa forma, o acesso ao desporto e à actividade física regular por parte de qualquer cidadão”

Acrescenta que “a decisão de construção de um equipamento com as valências e versatilidade do Multiusos, pelo seu pioneirismo e sentido de oportunidade, colocou Guimarães na rota de acolhimento de grandes produções culturais e desportivas, corporate e empresariais que foram e são marcantes para a afirmação de Guimarães como local de realização de eventos especialmente complexos e com inquestionáveis vantagens económicas, promocionais e de posicionamento territorial à escala regional e nacional”.

O Multiusos permitiu a cerimónia de abertura e encerramento de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura e as mais significativas acções integradas na Cidade Europeia do Desporto de 2013, “título atribuído, pela primeira vez, a uma cidade portuguesa, em boa medida pelas valências e capacidade do Multiusos de Guimarães e da Cidade Desportiva”

Como “homenagem e como tributo da herança e marca indelével que os seus mandatos imprimiram no sector do desporto e da cultura e, de um modo geral, na consolidação de Guimarães como cidade de acolhimento de realizações de âmbito nacional e internacional”, o presidente propôs submeter à aprovação da Câmara Municipal que, a partir da data desta deliberação, à Nave do Multiusos de Guimarães seja atribuída a designação de ‘Nave António Magalhães’.

A proposta será igualmente submetida à aprovação da Assembleia Municipal “em razão dos mandatos que (António Magalhães) cumpriu, também como presidente da Assembleia Municipal de Guimarães e da importância da sua obra para o Município de Guimarães”.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias