6.7 C
Guimarães
Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023

Pratos de Vasco Carneiro e faqueiros da Herdmar

Economia

60 anos de abertura ao público do Paço dos Duques

Os 60 anos de abertura ao público ficam para memória futura nos pratos do artista Vasco Carneiro e nos faqueiros fabricados pela Herdmar.

Ainda, as comemorações do 24 de Junho iam a meio e já o Paço dos Duques exultava os 60 anos em que foi aberto à fruição do público. Perante uma plateia de interessados, por momentos alheios ao frenesim e barulho da feira Afonsina (no exterior), e Isabel Fernandes mostrava como foi possível assinalar a data evocativa dos 60 anos de abertura ao público do Paço dos Duques, lançando primeiro um dos três livros da colecção que há-de mostrar em outras perspectivas os monumentos do Monte Latito.

Juntava-se-lhes outras peças: um prato de porcelana com um conjunto de três desenhos, um por cada monumento nacional do Monte Latito; e um conjunto de facas e garfos, iconografados com elementos da época que marca o nascimento de Portugal e a história associada a D. Afonso Henriques.

A directora do Paço dos Duques foi a responsável pela escolha do autor dos desenhos, o artista Vasco Carneiro, que apresentado como “vimaranense, professor da Escola Martins Sarmento e pintor de mérito firmado e com uma alma generosa”.

Confessou Isabel Fernandes que “foi no meu gabinete que Vasco Carneiro fez os desenhos do Castelo, da Igreja de S. Miguel e do Paço dos Duques”.

Uma edição limitada para esta colecção que tem a concepção do design do vimaranense Cláudio Rodrigues.

Vasco Carneiro haveria de confessar sentir-se honrado com o convite para “rabiscar um desenho, muito analítico, representando iconografia vimaranense” de que se sentiu “orgulhoso” por este contributo, e que nasceu da inspiração de Isabel Fernandes.

As outras peças, dois conjuntos de facas e outras peças, com sinal de validação de D. Afonso Henriques de 1129, têm a marca da Herdmar. O faqueiro é um modelo do catálogo da empresa e leva gravado um dos sinais de soberania do ainda infante D. Afonso Henriques, retirado da carta de doação datada de 28 de Julho de 1129.

Também nesta peça de cutelaria o contributo do designer vimaranense Cláudio Rodrigues que fica associado a estas duas peças evocativas dos 60 anos de abertura ao público do Paço dos Duques.

© 2019 Guimarães, agora!

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias