12.1 C
Guimarães
Sábado, Junho 15, 2024

Animação: o Verão (quente) em Guimarães

Economia

As propostas preenchem os meses de Junho a Setembro, são 33 já identificadas e têm palcos espalhados pelo concelho. E Zé Amaro vai actuar nas Gualterianas, em pleno Toural.

Paulo Lopes Silva classifica ‘O Verão em Guimarães’ como “um grande programa”. Acrescentou nas notas que o explicam e justificam que “vamos ter um Verão como não há registo na nossa memória”.

‘O Verão em Guimarães’ é um misto de iniciativa pública municipal e de festas ou actividades promovidas por associações e que agora fazem parte de “um calendário mais articulado entre os promotores culturais”. O objectivo é satisfazer, também, quem para cá se desloque, neste período, tenha à sua disposição “actividades de relevo”.

Mas nem sempre é fácil aglutinar no mesmo calendário actividades que se realizam simultaneamente na cidade e no resto do território concelhio.

“Este calendário preenchido é significado de um território culturalmente activo e com fortes dinâmicas” – frizou.

O vereador da Cultura destaca as parcerias que se fizeram entre iniciativas regulares das freguesias com as municipais, construindo um programa de animação da cidade e do concelho em diferentes abordagens artísticas.

Há 33 iniciativas para implementar entre Junho e Setembro, nelas se incluindo as festas Gualterianas e festas das vilas, bem como com o programa ExcentriCidade.

Nas “nuances” deste programa, Paulo Lopes Silva elencou detalhes: o largo do Toural será mais vezes utilizado, incluindo nas Gualterianas para acolher os concertos que suscitam mais afluência de público. Por exemplo, Zé Amaro vai actuar num concerto das festas da cidade que antes se realizavam na Plataforma das Artes e que agora se realizarão no Toural. O concerto de Fernando Daniel também terá o mesmo palco.

Para aproveitar a instalação do palco no Toural entre concertos, a Câmara prevê a actuação de DJ’s que prolonguem a festa que ali se realizar.

Neste calendário de iniciativas, estão inscritas as actividades do ExcentriCidade realizadas nas vilas, o Rock no Rio Febras, o Verão na Penha, a Feira da Terra, em São Torcato, a festa do São Pedro nas Taipas, o Fest’In Folk Corredoura. E tudo o que anima a cidade na época de Verão desde os filmes aos concertos como o L’Agosto e o Vai m’á Banda ou Guimarães Clássico.

O vereador da Cultura diz que o programa não deixará de destacar a Festa da Padroeira, a 14 e 15 de Agosto, a quem se dará maior relevância.

Também, a Contextile se realizará entre 7 de Setembro e 15 de Dezembro e Couros terá uma animação que assinalará o primeiro aniversário da sua classificação como Património Mundial.

O presidente da Câmara, Domingos Bragança, mostrou-se agradado com esta “programação densa e extensa” das actividades culturais, reafirmando que à quantidade das iniciativas a implementar, deve acrescentar-se “sempre mais criatividade”.

Afirmou desejar que “os vimaranenses tenham orgulho nestas festas, em todas as iniciativas e propostas”, ajuntando “a sustentabilidade ambiental” a esta programação, de uma cidade que terá de “ter uma vivência mais urbana, com mais espaços para os cidadãos fruirem que permita o encontro de pessoas e a sua pedonalização no centro urbano”. Uma cidade que proporcione “festa, convívio, encontro” entre todos.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias