18.4 C
Guimarães
Quinta-feira, Junho 20, 2024

Sucessão: D. José Cordeiro é o novo líder da Arquidiocese de Braga

D. José Cordeiro é o novo Arcebispo de Braga e Primaz das Espanhas sucedendo a D. Jorge Ortiga.


Na saudação que dirigiu ao novo Arcebispo, D. Jorge Ortiga deu as boas vindas “em nome de todo o povo cristão”.

E, por isso, “queremos que sinta a nossa plena comunhão e a mais profunda unidade” – sublinha.

Com a garantia de que “se sentirá bem entre nós e que juntos prosseguiremos uma história que remonta aos primórdios do cristianismo”, D. Jorge Ortiga entende que o seu sucessor “chega a Braga num momento de particular significado” em que o Santo Padre convocou a Igreja para uma reflexão sobre a sinodalidade enquanto caminho transformador de comunhão, participação e missão. 

📸 Arquidiocese Braga

“Estamos empenhados – salienta – neste projecto desde o ano passado. Por isso, apaixonados pela figura de São Bartolomeu dos Mártires, acolhemos a urgência do Papa Francisco de uma renovação eclesial inadiável”.

“A Igreja será credível se souber viver em unidade e comunhão.”

O Arcebispo cessante reconhece que “a Igreja será credível se souber viver em unidade e comunhão. Presente no meio de nós, Cristo caminha connosco e percorre as estradas da Humanidade, com o intuito de fazer crescer uma Igreja sinodal: afectiva na fraternidade e efectiva nos ministérios”.

Sobre D. José Cordeiro recorda que “a sua experiência pastoral e a riqueza das suas qualidades enriquecerão a nossa Igreja local. Acreditamos na novidade que nos oferecerá. Conte com a generosa entrega das nossas capacidades”.

Por fim, diz que “são estas intenções que colocamos nas suas mãos, D. José Cordeiro. Pode contar com todos e cada um: sacerdotes, leigos, religiosos, religiosas, comunidades paroquiais, confrarias, movimentos. Queremos que sinta o nosso afecto, na certeza de que encontrará uma diocese motivada e empenhada para uma consciente sinodalidade” – concluiu na sua mensagem.

Que os nossos padroeiros, Santa Maria de Braga e São Martinho de Dume, e a nossa referência para a renovação, São Bartolomeu dos Mártires, nos acompanhem. Confiamos as suas intenções e projectos a Maria, venerada nos múltiplos santuários que embelezam os nossos 14 arciprestados. Com ela, juntos, estamos disponíveis para “fazer o que Ele nos disser” (Jo 2,5).

📸 facebook: D. José Cordeiro

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também