8.8 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 7, 2023
Alberto Martins
Alberto Martins
Alberto Martins, 41 anos é empresário e licenciado em Gestão. Atualmente é ainda presidente da Junta de Freguesia da Vila de São Torcato desde 2017, tendo já sido tesoureiro desde 2005 até 2017. Trabalhou e colaborou com diversas empresas, de onde se destaca a empresa Coming Future e a empresa JF Economista Internacionais.

O Outro Vírus…

Estamos a vivenciar tempos novos, com a readaptação a novas realidades e a novos contextos sociais, económicos e ambientais. A sociedade Portuguesa conseguiu unir-se em torno de uma missão, a de impedir a expansão em grande escala do Covid-19, limitando danos e impedindo o colapso da rede de cuidados médicos nacional, o sistema nacional de saúde. Esta enorme conquista permitiu a Portugal, não passar pela calamidade de vítimas que alguns dos nossos vizinhos passaram.

“A produção de milhões de máscaras, sobretudo descartáveis estão a provocar um verdadeiro atentado ambiental, mas também um novo foco de potencial transmissão da doença por Covid-19…”

Embora sem consensos internacionais, acerca da verdadeira eficácia de alguns comportamentos e equipamentos de proteção, o uso de luvas, viseiras e principalmente máscaras tornaram-se elementos essenciais no regresso ao novo “normal” que assistimos. Estes equipamentos de proteção estão no entanto, a trazer um outro problema, de proporções ainda desconhecidos, mas de enorme relevância. A produção de milhões de máscaras, sobretudo descartáveis estão a provocar um verdadeiro atentado ambiental, mas também um novo foco de potencial transmissão da doença por Covid-19.

Temos agora um novo grande desafio, evitar que estes materiais, fiquem espalhados pelo chão, aumentando significativamente a possibilidade de novos focos de contágio e de desequilíbrios ambientais, que somam aos que já existiam, por inércia da comunidade internacional. A Junta de Freguesia de São Torcato, lançou uma campanha sobre o lema “Não Deite as Máscaras para o Chão”, por forma a sensibilizar e tomar medidas concretas, no terreno, para mitigar esta grave situação. O objetivo passa pela sensibilização da comunidade, por forma a evitar a acumulação no chão e posteriormente nos curso de água deste foco de poluição.

Estão ainda a ser preparadas ações de limpeza no terreno, permitindo demonstrar que depois de conseguirmos lidar com um problema, não devemos criar outro. Vamos ainda criar sinergias com as instituições competentes, como o núcleo de proteção ambiental da GNR e o Município e trabalhar em parceria com a brigada verde de São Torcato, de forma a potenciar a contenção desta nova pandemia. São Torcato pretende assim, ser pioneira nesta área da proteção ambiental e da mitigação da propagação do vírus Covid-19, fazendo jus ao título de Eco Freguesia XXI e de Vila Mais Verde de Guimarães.

Os nossos comportamentos de hoje terão consequências no futuro e esta ação é fundamental para termos uma terra com qualidade de vida, mas também com desenvolvimento socioeconómico sustentável. Cabe portanto a cada um de nós mudar hábitos, pensarmos no futuro e em comunidade, pois desta crise nunca conseguiremos sair sozinhos dela. Juntos e conscientes somos e seremos sempre mais fortes…

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também