6.3 C
Guimarães
Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023

Transportes: contrato assinado entre Câmara e a Guimabus

Só fica a faltar o visto do Tribunal de Contas para que os transportes urbanos, em Guimarães, sejam explorados pela Guimabus, uma empresa de capitais vimaranenses.


O contrato da concessão de serviço público de transportes rodoviário de passageiros no Município de Guimarães já foi assinado. Domingos Bragança, presidente da Câmara Municipal e Fernando Salgado, administrador da empresa, rubricaram, ontem, o contrato de concessão, após a validação do modelo financeiro que ainda recentemente esteve em discussão na reunião do executivo.

O contrato será agora analisado pelo Tribunal de Contas e só a partir da data da sua decisão (se favorável) se poderá antever o início da exploração pela nova empresa, em substituição da Transurbanos de Guimarães.

Domingos Bragança voltou a sublinhar que a nova exploração, marcará “uma década nos transportes em Guimarães”, uma vez que a concessão durará por dez anos, representando, no entender do presidente da Câmara “uma revolução no transporte colectivo de passageiros pela abrangência a todo o concelho”, assegurando “a sustentabilidade ambiental pela emissão de carbono zero nos 22 autocarros eléctricos” da frota.

O administrador da empresa Vale do Ave Transportes, Fernando Salgado, mostra-se confiante em relação à concretização do projecto.

“É um contrato muito importante e ambicioso para a nossa empresa e para o Município de Guimarães e vamos fazer todos os esforços para que corra de acordo com as expectativas” – sublinhou Fernando Salgado, evidenciando confiança na realização do projecto.

“Vai diferenciar-nos pela oferta, qualidade da frota e pelos suportes digitais que serão implementados…”

Acredita, que esta relação entre a sua empresa e o Município, será “um marco histórico dado o novo modelo de contratualização que será implementado”. Garantiu que o serviço da Guimabus “vai diferenciar-nos pela oferta, qualidade da frota e pelos suportes digitais que serão implementados”. Afiançou mesmo que a Guimabus vai “introduzir inovações ao nível da comunicação com o cliente, localização em tempo real dos veículos e venda de títulos online”, salientou.

A concessão, adjudicada pelo valor de 15.105.766,94 euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor (6%), terá um período de 10 anos, consigna um serviço de transporte público de âmbito municipal, em articulação com o serviço intermunicipal, sob tutela da Autoridade de Transportes da CIM do Ave.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também