19.3 C
Guimarães
Sexta-feira, Abril 12, 2024

Cuidadores Informais: Guimarães recebe selo de mérito do Movimento Cuidar

Economia

O projecto ‘Guimarães Concelho Cuidador’, reconhecido pela sua abordagem abrangente e eficácia.

Guimarães é uma das autarquias reconhecidas na terceira edição da Rede de Autarquias que Cuidam dos Cuidadores Informais (RACCI), promovida pelo Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais

O projecto ‘Guimarães Concelho Cuidador’, promovido pelo Município de Guimarães em colaboração com as instituições da sua rede social, foi destacado pelas suas excelentes práticas e medidas de apoio em benefício dos cuidadores informais.

O projecto vimaranense recebeu elogios pela sua abordagem abrangente e eficaz, demonstrando um compromisso genuíno com o bem-estar dos cuidadores informais. Este reconhecimento não apenas enaltece o trabalho desenvolvido pela autarquia, como também destaca a importância de cuidar daqueles que dedicam o seu tempo e esforço ao cuidado de outros.

No total, os membros do júri da iniciativa rede de autarquias que cuidam dos cuidadores informais, do movimento cuidar dos cuidadores, analisaram 66 projectos de autarquias locais. Destes, foram reconhecidos projectos de 59 autarquias que, de acordo com os representantes das associações que compõem o movimento e que as avaliaram, se destacam pelo cumprimento dos critérios definidos, sendo-lhes, por isso, atribuído um selo de mérito.

O júri era composto por membros do movimento, nomeadamente, Catarina Alvarez, em representação da Alzheimer Portugal, Celeste Campinho, presidente da Associação das Doenças da Tiróide, Margarida Costa, em representação da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Palmira Martins, em representação da RD Portugal e Vítor Neves, presidente da EuropaColon

Este programa, lançado em 2021, pretende “agregar esforços e potenciar sinergias de todos os projectos e iniciativas que as entidades e associações locais estão a desenvolver nesta matéria, proporcionando-lhes os recursos e apoios necessários para a boa prossecução da sua actividade”, salientou a vereadora da acção social, Paula Oliveira

São parceiros deste projecto as seguintes entidades: delegação de Guimarães da Cruz Vermelha Portuguesa, ACES Alto Ave, agrupamento de Escolas Francisco de Holanda, Associação Adaptar Vidas, Associação de Defesa dos Direitos Humanos de Guimarães, Associação de Paralisia Cerebral de Guimarães, ASPEV – Associação Social de Pevidém Vida a Cores, Because I Care – Associação para Apoiar e Cuidar de Pessoas que Cuidam, CAISA – Cooperativa de Artes, Intervenção Social e Animação, Castreja – Cooperativa de Apoio Social e Cultural, Centro Juvenil de São José, Centro Paroquial de Vila Nova de Sande, Centro Social da Paróquia de Santa Eulália de Nespereira, Centro Social Nossa Senhora do Carmo, Fraterna – Centro Comunitário de Solidariedade e Integração Social, Fundação Bomfim, Hospital da Senhora da Oliveira, Lar de Santa Estefânia, Palavras Infinitas – Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media, Projecto Consigo e a Tempo Livre.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias