Pandemia: Unidade de Cuidados Continuados da Misericórdia com casos positivos

Em 21 dos 36 utentes e em 15 dos 38 colaboradores da Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Longa Duração e Manutenção, da Santa Casa da Misericórdia de Guimarães, foram confirmados casos positivos da Covid-19.


O alerta foi dado, quando um utente descompensado teve de ser assistido no Hospital Senhora da Oliveira, e perante o resultado do teste “positivo”, levou a instituição a accionar o plano de contingência, em 12 de Novembro.

Os resultados de testes positivos foram quase avassaladores, uma vez que atingiu 58% dos utentes e 40% dos colaboradores, deixando a UCC da Misericórdia fortemente desgastada perante a incidência de uma percentagem invulgar de casos positivos.

Está situação obrigou a que a UCC fosse remodelada com a criação de alas distintas  para utentes Covid+ à qual foi adstrita uma equipa de trabalho exclusiva. Os doentes que sendo de risco testaram negativo estão agora isolados noutra ala, de modo a precaver o alastramento da infecção. E uma terceira ala tem agora os utentes de baixo risco que tiveram um resultado negativo no teste. 

O drama que atingiu a UCC da Santa Casa obrigou já ao recrutamento interno e externo de profissionais para estabilização e reforço das equipas, que se encontram a trabalhar em espelho, por forma a garantir a melhor segurança e prevenção de contágio. A Misericórdia de Guimarães está actualmente a dirigir todos os esforços no sentido de reforço das equipas de trabalho.

📸 © Direitos Reservados

Os utentes que estão na Unidade de Cuidados Continuados estão estáveis. Porém, dois utentes foram internados, e regista-se um óbito. A Santa Casa informou já os familiares de todos os utentes do estado de saúde de cada um deles.

Ao mesmo tempo, e com apoio da sua enfermeira de controlo de infecção e do director clínico, estão a ser implementadas as estratégias de prevenção por forma a travar a propagação de contágios. Todas estas estratégias seguem as recomendações e normas da Direcção Geral de Saúde, e o trabalho está a ser desenvolvido em constante contacto com a Delegação de Saúde Pública, com as equipas coordenadoras local e regional da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, com a Segurança Social, e com a Comissão Municipal de Protecção Civil.

Aos trabalhadores da instituição, a Misericórdia agradece todo o esforço e empenho, e apela a que mantenham a calma, a serenidade e o profissionalismo, para que em conjunto se possa ultrapassar esta situação delicada.

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,064FansCurti
0SeguidoresSeguir
66SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

- publicidade -

Leia também

Dezembro “recolhe-te”!

Estamos no último mês do ano! 2020 teve um misto ...

Comércio: faça compras no comércio local pela via digital

A aplicação que vai permitir dinamizar uma relaçã...

Muralhas no tempo

Caminhamos para o final do presente ano, e que an...