Obras municipais: não há planeamento mas o que se faz é bom

O PSD refere que as obras em curso não têm planeamento; o presidente da Câmara elogia a qualidade das mesmas e justifica o atraso porque “estas não são obras quaisquer”.


Hugo Ribeiro, vereador da Coligação Juntos por Guimarães (PSD e CDS/PP), considerou que “tantas obras a decorrer ao mesmo tempo” é sinónimo de “falta de planeamento”. A observação incidiu particularmente sobre as obras da rotunda na estrada EN 207-4 para S. Torcato, com confluência para Aldão e Selho S. Lourenço. E dos constrangimentos dela resultantes, nomeadamente no condicionamento do trânsito que resulta de ali apenas existir uma via com dois sentidos e a partir da qual se formam filas de viaturas, no sentido norte/sul e vice-versa. Hugo Ribeiro sublinhou a falta de percursos alternativos, o que foi contrariado pelo presidente da Câmara que esclareceu que “as pessoas conhecem bem as alternativas que devem tomar para não confluírem todas para o eixo rodoviário da estrada S. Torcato-Guimarães”.

“Não é uma obra qualquer, pela qualidade das suas infra-estruturas e de como resolverá constrangimentos de trânsito…”

No diálogo entre o vereador do PSD e presidente da Câmara, ficou registado por Hugo Ribeiro que “a obra é importante” e por Domingos Bragança que sustentou que esta “não é uma obra qualquer, pela qualidade das suas infra-estruturas e de como resolverá constrangimentos de trânsito”, num futuro mais imediato. Informou que um placard será colocado no local, a pedido dos presidentes de Junta das freguesias de Aldão, S. Torcato, Selho S. Lourenço/Gominhães e Gonça, de modo a perceber-se o resultado final da intervenção naquele tramo que é essencial para aquele corredor rodoviário em vários sentidos, não apenas norte-sul como este-oeste.

© Município de Guimarães

Hugo Ribeiro vincou que “a obra já há dois anos que estava prevista”, o que levou Bragança a recordar que “nós não trabalhamos a rede viária apenas este ano”, considerando mesmo ser “um processo longo, toda a sua implementação”, cujos prazos e procedimentos a Câmara não pode abreviar, nem apressar. O presidente da Câmara lembrou até que a obra da estrada de Aldão a Atães, é uma ideia de 2015, lançada pela presidente de Junta de Aldão, Conceição Castro, e que só vai começar agora, daqui por um mês.

Domingos Bragança, anunciou já que a ligação a S. Torcato, a partir da rotunda do Pedroso, entrará em projecto, de modo a que uma ligação rápida entre a cidade e a vila se conclua, como há já alguns anos foi anunciado. E na qual a rotunda de Aldão e Selho S. Lourenço assume papel preponderante.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,728FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa / digital

Leia também

Novo livro: Ferreira de Castro e(m) Guimarães

No âmbito do Dia Mundial do Livro, Álvaro Nunes e...

Síncope: artista Carlos A. Correia estreia hoje no espaço Oub’lá

O espectáculo está dividido em três partes. Músic...

Moreirense: início fatal afasta o 6º lugar

Nos primeiros 11’ da partida, o Moreirense sofreu...

Vitória: o resultado é bem melhor que a exibição

Com um golo de Rochinha (16’), o Vitória importou...

Vitória: inverter o ciclo com o Santa Clara

O jogo com o Santa Clara é crucial no resto do ca...