Eleições: há 143.085 cidadãos inscritos nos cadernos eleitorais

Escolas e sedes de Junta são os edifícios onde funcionarão a maioria das assembleias de voto, onde 810 cidadãos procederão às operações eleitorais, entre as 7 e até depois das 19 horas.


Há 143.085 eleitores inscritos nos cadernos eleitorais do concelho de Guimarães. Estão repartidos por várias secções e mesas de voto. O número de eleitores que acorrerá a cada mesa é, no máximo, de 1.108 eleitores, o que acontecerá apenas na 7ª secção, da freguesia de Azurém. A secção de voto com menos eleitores funcionará em Castelões onde podem votar os 272 eleitores inscritos no caderno eleitoral.

Creixomil, é a freguesia com mais cidadãos inscritos, com capacidade eleitoral, são 8.754; em Azurém, há 7.732 capazes de exercerem o seu direito voto. Em 3º lugar está Caldelas com 5.903 e a seguir Ponte com 5.817. Em Selho S. Jorge há 5.275 eleitores inscritos e em Fermentões são 4.998. Estas são as seis freguesias com mais cidadãos a poderem exercer o seu voto.

Os cidadãos eleitores votarão no local do costume. Porém, há algumas alterações que são excepção mas podem tornar-se prática e servir para os próximos actos eleitorais.

Se os edifícios públicos escolhidos são maioritariamente sedes de Junta de Freguesia e escolas do ensino básico, há também mesas de voto no Instituto de Design, para os eleitores da freguesia de S. Sebastião, no pavilhão gimnodesportivo, em Lordelo, e a Escola Francisco de Holanda – o único estabelecimento do secundário a ser ocupado com este acto eleitoral – destinada aos eleitores da freguesia de S. Paio.

Nas uniões de freguesias, houve a preocupação de ter pelo menos uma mesa de voto em cada uma das freguesias, o que evita deslocações desnecessárias para um local apenas.

Creixomil é a freguesia com mais mesas de voto, são oito e vão funcionar todas na escola do Alto da Bandeira. Azurém escolheu a escola básica de Santa Luzia para as suas sete mesas de voto. Caldelas tem seis mesas que funcionarão na escola do Pinheiral, tal como Ponte tem, também, seis mesas de voto que vão funcionar na escola básica e, finalmente, Fermentões tem cinco mesas instaladas na escola do Motelo; em Selho S. Jorge todas as cinco mesas de voto funcionarão na escola básica.

Ficam, desta forma, salvaguardadas as condições de segurança para que o acto eleitoral decorra neste contexto de pandemia com normalidade, sem ajuntamentos desnecessários e com possibilidades de utilização de corredores diferentes para a entrada e saída dos cidadãos.

O funcionamento das assembleias de voto e o escrutínio de apuramento dos resultados vai envolver 810 cidadãos, cinco por cada uma das 162 mesas de voto. Para os cidadãos que votaram por antecipação, foi designada apenas um assembleia de voto, a que correspondeu uma mesa de voto em que participaram mais cinco cidadãos, o que eleva para 815 o pessoal envolvido no processo eleitoral.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,626FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

Leia também

Obras municipais: não há planeamento mas o que se faz é bom

O PSD refere que as obras em curso não têm planea...

O corpo das mulheres nunca será uma arma

Existe, indubitavelmente, uma diferença entre os ...

Ciclismo: representação nacional na UCI com um vimaranense

O Congresso da União Ciclista Internacional (UCI)...

UMinho: José Campos e Matos lidera a YES For Europe

A Confederação Europeia de Jovens Empresários, or...