6.3 C
Guimarães
Segunda-feira, Fevereiro 6, 2023

Moda: Guimarães Marca Fashion Festival impulsiona imagem de empresas e produtos

É uma primeira tentativa de Guimarães se posicionar para além de fábrica de moda e tornar-se num palco de moda, mostrando criadores e produtos das empresas.


A primeira edição do Guimarães Marca Fashion Festival, pretendeu ser mais do que um desfile de jovens criadores de moda. E ir mais além do que um festival onde em filmes curtos e comerciais se aumente a visibilidade de criadores, de produtos e empresas.

É um passo na concretização de uma ideia de que sendo Guimarães uma fábrica de moda, pelos produtos que são feitos nas empresas vimaranenses, com destino a montras de marcas bem conhecidas mundialmente, seja também um impulso para identificar Guimarães como um palco de moda, onde se marcam tendências, se organizam eventos, e os criadores se fixem, e que sejam em si um contributo para firmar a cidade num local de moda.

© Direitos Reservados

Pelo seu potencial industrial e de produção de produtos para marcas que conquistam consumidores de todo o mundo, a Guimarães falta-lhe algo que catapulte esse potencial de criatividade e de um ambiente fashion que vá além do mero estatuto de produtor em fábrica.

Esta envolvência do mundo da moda em iniciativas como as que decorrem da dinâmica da Selectiva Moda em termos de facilitador da presença internacional das empresas têxteis e também da APICCAPS no calçado, se integradas e aglutinadas num propósito de fortalecimento de imagem, podem permitir que com tempo, Guimarães tenha lado a lado com as empresas produtoras associadas, um conjunto de serviços ligados à moda, ao design, que a qualidade dos produtos aqui fabricados pode potenciar e mesmo se afirme como de pólo de criadores mais jovens.

Para já, a produção desta iniciativa pode ser um meio caminho para fazer com que através de um Fashion Film Festival, Guimarães se afirme como pólo de moda em todas as vertentes. E fortaleça a imagem das muitas e boas empresas que são bons exemplos no têxtil e vestuário e no calçado. E o conteúdo digital possa servir para campanhas de marketing, de empresas isoladamente ou de produtos que representem um território.

© Direitos Reservados

O vereador da Câmara Municipal, Ricardo Costa, já assinalou que através desta “estratégia de marketing territorial” Guimarães também pode complementar a promoção “da internacionalização das empresas e do território”, acelerando “a ligação aos centros de conhecimento com frutos colhidos na sequência de parcerias de âmbito empresarial com centros de conhecimento para estágios profissionais e até a realização de cursos em contexto de trabalho”.

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também