10.1 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 27, 2024

Exportações: 2023 mais fraco do que o histórico 2022

Economia

A ATP – Associação Têxtil e Vestuário de Portugal regista que 2023 foi 5,6% mais baixo do que no ano de 2022.

Após terem conseguido um registo histórico, em que Portugal exportou 5 753 milhões de euros, os números sobre o ano passado marcam uma quebra nas exportações de 339 milhões de euros.

Justificam este resultado a quebra verificada nas exportações de vestuário de malha (-8%, representando menos 198 milhões de euros) e nos têxteis-lar e outros artigos têxteis confeccionados (menos 102 milhões de euros, -12%).

Já o vestuário em tecido registou uma recuperação assinalável tendo exportado +5%, equivalente a um acréscimo de 53 milhões de euros.

© Direitos Reservados

Marrocos foi o destino que mais cresceu quer em valor, quer em quantidade. De assinalar ainda o crescimento das exportações em valor para o Canadá, Polónia, Roménia e Arábia Saudita.

“Inversamente Espanha foi o destino que registou maior quebra, quer em valor quer em quantidade. Os mercados europeus Itália, França, Alemanha e Países Baixos, mas também os EUA e o Reino Unido foram os que mais contribuíram para o fraco desempenho das exportações portuguesas” – salienta a nota da ATP, hoje, divulgada.

Explica a associação do sector do ITV que “houve de facto uma contracção acentuada da procura nestes mercados ocidentais que afectou o valor e volume das exportações portuguesas de têxteis e vestuário. No entanto, a nossa quota de mercado aumentou em quase todos eles”.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias