6.7 C
Guimarães
Sábado, Fevereiro 24, 2024

Vitória: ganha um novo olhar sobre a Europa ao ganhar ao Vizela

Economia

Num jogo interrompido por causa da queda de um adepto na bancada do topo sul, o Vitória volta a aproximar-se da Europa do futebol.

Chegou ao intervalo com dois golos de diferença. Mikel (17’) marcou de cabeça na pequena área na sequência de um canto, quase sozinho, aproveitando a fuga para a frente de um amontoado de jogadores. Um bom exemplo de como marcar golos utilizando as bolas paradas.

A culminar um período de maior domínio na partida e aproveitando um cruzamento da esquerda de Johnston, André Silva marca, também, de cabeça deixando clara a sua intenção no que toca à luta pelos três pontos que sustentarão melhor a busca por um lugar europeu, na próxima época.

Na segunda metade, o Vizela desceu à intermediária vitoriana, desejando marcar e reduzir a vantagem mas Bruno Varela e seus pares chegaram para as situações de perigo criadas na hora.

Numa jogada individual, Afonso Freitas (70’) fez a sua estreia a marcar golos e com o pé direito rematando colocado. O Vitória conseguia brindar o seu adversário com o mesmo resultado da 1ª volta.

De forma serena a equipa dava mais um passo na procura do lugar direito desejando aproveitar-se do que poderia dar o jogo entre o Arouca e o Porto que se disputa amanhã.

📸 LPFP

Jonhston protagonizou os melhores momentos do encontro no que toca a golos marcados e a jogadas de perigo, com a defesa do Vitória a ultrapassar as dificuldades que lhe colocou o Vizela em lances de bola parada, colocando a bola nas costas da defesa e obrigando Bruno Varela a mostrar que é o guarda-redes que o Vitória precisa.

A equipa adequou-se aos momentos do jogo, surpreendendo o Vizela em situações de transição rápida, sendo Jonhston e depois Anderson Oliveira utilizados neste sistema, já com um resultado bem defendido. Uma forma de jogar que mostrou a alegria da equipa em ser dona da bola e defender a sua vantagem.

O Vizela não foi a equipa bem organizada como demonstrou em outros jogos e o Vitória encontrou, finalmente, um método para atacar e marcar, sem se deixar surpreender pelas iniciativas do adversário.

O jogo teve, ainda, alguns momentos de euforia futebolística – Tiago Silva (88’) rematou de longe, criando a expectativa do 4-0 – pelos lances que proporcionou, outros de quezília entre jogadores, com pequenas disputas e empurrões. 

O momento mais dramático veio das bancadas com a queda de um adepto que caiu da zona da bancada da claque White Angels, no topo sul, a cerca de sete metros de altura. Entretanto, já se sabe que o adepto teve uma fractura de húmero.

O Vitória alinhou com: Bruno Varela, Tounkara (Zé Carlos 81’), Ibrahima Bamba (Nelson da Luz 64’), Mikel Villanueva, Miguel Maga (Bruno Gaspar 81’), Tomás Händel (Dani Silva 73’), Tiago Silva, Afonso Freitas, Jota Silva, Jonhston, André Silva (Anderson Oliveira 74’).

Amarelos: Ibrahima Bamba (49’).

Golos: Mikel Villanueva (17’), André Silva (41’), Afonso Freitas (70’).

📸 LPFP

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias