23.9 C
Guimarães
Sexta-feira, Abril 12, 2024

Vitória: empate em Portimão mostra que não se ganham jogos ao intervalo

Economia

Uns entendem a igualdade histórica e recorrente (1-1) como uma decepção; outros acham-no um resultado justo.

Porém, na luta pelo 4º lugar o Vitória não consegue ir mais longe e um triunfo colocaria mais pressão sobre o Braga, com resultados menos bons na Liga Europa que podem deixar sequelas na competição doméstica.

Se o 1-0 já era uma marca de resultados pela margem mínima, o 1-1 evidencia um equilíbrio entre o Vitória e outras equipas que estão atrás de si na classificação.

Contudo, espelha a realidade do jogo: o Vitória esteve melhor nos primeiros 45′ e o Portimonense melhor na parte complementar, com um golo a fazer a justiça da igualdade.

O Vitória entrou em campo com Manu Silva no lugar de Borevkovic, André André no de Tomás Händel e João Mendes a ocupar o lugar de Jota Silva.

Notou-se que estas mudanças não teriam implicações na exibição e no resultado. Mas não elevando a diferença de golos, o Vitória sujeitou-se à resposta do Portimonense, empenhado em mudar o 1-0.

O golo de André Silva (20′) foi à ponta de lança, pois, agora é normal vê-lo mais dentro da área à espera de um ressalto ou aparecendo à frente do guarda-redes, concretizando. Antes jogava de costas voltadas para a baliza saindo fora da área para receber a bola, e apesar de estar sozinho não falhou;

Do outro lado, o golo de Guga (80′) foi quase a papel químico. Num cruzamento largo, Guga estava isolado, sem marcação e marcou com uma cabeçada.

Golos iguais (no espaço) e erros idênticos (na falta de marcação). O empate seguiu-se a um conjunto de substituições na equipa vitoriana que ficou refém do ataque da equipa algarvia. E não deu a resposta conveniente sendo escassas as oportunidades de golo na segunda parte.

Charles Silva evitou o pior e não foi por ele que o empate se registou. E a equipa mesmo mudando de jogadores não teve força para ‘aguentar’ a pressão dos algarvios que lutaram sempre pelo melhor resultado possível.

O Vitória alinhou com: Charles Silva, Bruno Gaspar (Miguel Maga 85’), Manu Silva, Jorge Fernandes, Tomás Ribeiro, Ricardo Mangas, Tiago Silva, André André (Zé Carlos 63’), João Mendes (Nelson Oliveira 70’), Nuno Santos, André Silva (Kaio César 85’).

Amarelos: Jorge Fernandes (12’), Nuno Santos (52’), André Silva (72’), Nelson Oliveira (76’), Kaio César (86’).

Golos: André Silva (20’).

Foto © Vitória SC

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias