23.4 C
Guimarães
Terça-feira, Abril 23, 2024

Vitória: Álvaro Pacheco contido e realista nas suas ambições na Taça de Portugal

Economia

Apesar de entrar no lote dos jogos que são para ganhar, o encontro com o Länk FC Vilaverdense é visto pelo treinador vitoriano com as cautelas para evitar surpresas em que o futebol é farto…

Para chegar “o mais longe possível”, têm de se ganhar todos os jogos, independentemente do adversário. Este sinal de que não se pode facilitar na abordagem de um jogo que se quer vencer, já o sentiu durante a semana, esclarecendo que os seus jogadores trabalharam com “a mesma responsabilidade, a mesma competitividade e a mesma ambição”.

O Länk FC Vilaverdense é “uma equipa aguerrida e que nunca desiste” – reconhece ‘mister Álvaro’. Por isso, o essencial é ter foco na oportunidade de continuar a disputar uma prova de grande importância.

“Queremos continuar na Taça de Portugal e o nosso sonho é chegar o mais longe possível”, revela o treinador. Diz ainda que a paragem foi importante “para cimentarmos o nosso processo, para o nosso crescimento, para treinarmos rotinas importantes para a evolução da equipa e, sem dúvida nenhuma, para nos prepararmos para um jogo que queremos ganhar porque queremos continuar nesta competição. Sabemos que não há tempo nem espaço para recuperar. Nas últimas duas semanas trabalhamos para crescer e evoluir, mas também para, amanhã, alcançarmos aquilo que queremos, que é continuar na Taça”.

Ao jeito de “cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém”, reforça a ideia de que “estes  jogos são desafios”. O Vitória tem de estar preparado “para encarar qualquer desafio como uma oportunidade e o que eu estou a transmitir aos meus jogadores é o que lhes transmiti antes do último jogo em casa frente ao Porto ou antes do último jogo para a Taça de Portugal frente ao Moncarapachense. A mesma responsabilidade, a mesma competitividade e a mesma ambição”.

“Queremos continuar na Taça de Portugal e o nosso sonho é chegar o mais longe possível.”

Sobre ambição, objectivos e metas, Álvaro Pacheco não as dilui nem as esconde mesmo contando com as surpresas que acontecem no futebol. Mantém firme o seu propósito e “a ambição de sermos melhores, de continuar na prova, de impor o nosso jogo e aquilo que temos treinado. Para isso acontecer, temos de ser sérios na nossa abordagem. Vai ser um desafio. Não olhamos para o adversário, olhamos para a oportunidade. Queremos continuar na Taça de Portugal e o nosso sonho é chegar o mais longe possível. E para conseguirmos chegar o mais longe possível, vamos ter de estar focados e fazer as coisas acontecerem para ultrapassar um excelente adversário”.

Um ligeira abordagem do estado da equipa deixa o treinador tranquilo porque “a equipa tem vindo a crescer e, por isso, está cada vez mais competitiva. Também estamos com quase todos os jogadores disponíveis e isso também ajuda. Sinto que os jogadores estão cada vez mais identificados com o processo de jogo e com as nossas ideias. Temos coordenadas bem definidas para seguirmos o nosso caminho. Sinto que estamos no caminho certo e que estamos a criar uma identidade muito forte, uma identidade à Vitória”.

Neste jogo, regista-se o regresso de Tiago Silva, numa equipa que tem o plantel praticamente recuperado. Sublinha e conclui que “é importante ter o máximo de jogadores disponíveis e a lutarem por uma oportunidade de forma apaixonada pelo trabalho. Quero que me provoquem boas dores de cabeça. A trabalharem dessa forma, todos vão ter oportunidades. Quem está a jogar, não pode adormecer; caso contrário, jogarão os outros que estão à espera de uma oportunidade”.

Foto © Vitória SC

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias