19.3 C
Guimarães
Sexta-feira, Abril 12, 2024

Vitória: a ‘cabecinha de oiro’ de Jota Silva no triunfo sobre o Moreirense

Economia

Foi o momento mais desequilibrador do jogo: um cruzamento cirúrgico de Bruno Gaspar levou a bola até à cabeça da estrela vitoriana. O resto foi o que se sabe, Jota Silva (68′) cabeceou de forma imparável para um golo que deu mais três pontos e coloca uma barreira pontual irreversível entre as duas equipas.

O jogo começou com um Vitória agressivo nos primeiros 10′ de jogo mas o Moreirense jamais perdeu a serenidade e só esperou que o tempo passasse para equilibrar a partida.

PUB

O jogo arrefeceu, sem chuva, e a normalidade chegou ao relvado: ambas as equipas encaixaram uma na outra, tudo ficou previsível, e entre cantos e remates… as situações de golo escassearam.

De registar, antes do primeiro minuto, o cruzamento de Jota Silva que levou a bola à barra; uma descida de Jota Silva que coloca a bola em Bruno Gaspar, cruzando para Nélson Oliveira (6′) rematar à boca da baliza, provocando canto.

Apesar das várias vezes em que desceu à intermediária do Vitória, o Moreirense não logrou construir uma oportunidade de perigo.

Antes do intervalo, num canto marcado por Tiago Silva, Ricardo Mangas (36′) dentro da pequena área, rematou de cabeça, à vontade, para fora.

Depois do intervalo, mesmo com algumas substituições, o empate sem golos era normal. João Mendes (58′), num lançamento lateral, recebeu a bola no peito e rematou em jeito e com força mas a bola saiu ligeiramente ao lado. E depois Fabiano, cruzou da linha de fundo para Camacho (65′) ganhar apenas um canto.

Foi então, que surgiu o golo de Jota Silva, bem saudado e comemorado pelos 15143 adeptos presentes no estádio D. Afonso Henriques, em tempo pascal.

Um momento de inspiração de Bruno Gaspar, sempre com os seus cruzamentos de excelência, colocando a bola no sítio certo e o sentido de oportunidade de Jota sempre com a baliza na mira.

Jota Silva (85′) saiu aplaudido quando foi substituído por Nuno Santos, já com a missão cumprida.

O Moreirense resignou-se com o resultado e com uma exibição positiva mas sem golos. Matheus Aiás (89′) rematou de cabeça num cruzamento de Aparício que fez Charles Silva brilhar com uma defesa em voo.

O Vitória alinhou com: Charles Silva, Bruno Gaspar (Miguel Maga 81’), Manu Silva, Borevkovic, Tomás Ribeiro, Ricardo Mangas, Tomás Händel, João Mendes (Kaio César 67’), Tiago Silva (Zé Carlos 85’), Jota Silva (Nuno Santos 85’), Nélson Oliveira (Adrián Butzke 81’).

O Moreirense alinhou com: Kewin Silva, Fabiano, Maracás, Ponck, Frimpong, Lawrence Ofori (Castro 79’), Gonçalo Franco (Matheus Aiás 88’), Camacho, Alan (Ismael 79’), Kodisang (Aparício 79’), Mingotti (Nlavo 60’).

Amarelos: João Mendes (19’), Alan (35’), Ricardo Mangas (43’), Manu Silva (53’), Tomás Ribeiro (70’), Lawrence Ofori (73’), Nuno Santos (94’).

Golos: Jota Silva (68’).

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias