4.3 C
Guimarães
Sábado, Janeiro 28, 2023

Moreirense: canta de galo em Barcelos e olha para o 6º lugar

Ao vencer o Gil Vicente por 2-1, num derby minhoto, o Moreirense avisa Vitória e Santa Clara que também está na luta pelo 6º lugar.


Com uma exibição serena, muito pragmática e com humildade quanto baste, o Moreirense deu luta ao Gil Vicente e disse ao que ia quando, aos 19’, Rafael Martins concretizou uma grande penalidade, numa falta sobre si cometida na área de rigor. Desde então, a equipa de Vasco Seabra administrou o jogo a seu bel-prazer sentindo apenas o incómodo de Pedro Marques, o avançado gilista que haveria de repor a igualdade aos 47’.

© LPFP

Mas notava-se que o Moreirense não tinha perdido o controlo do jogo, apesar das facilidades que a sua defesa concedeu na jogada que permitiu o empate. Aguentou bem o ímpeto do Gil Vicente que com mais posse de bola insistiu em desfazer a organização que Vasco Seabra montou.

Porém, a partir dos 60’ o Moreirense como que esticou a sua ambição e estendeu o seu jogo até à área gilista, num impulso repetido, onde conquistou cantos sucessivos e acentuou a característica principal deste jogo: o Moreirense não se desfez e comandou o jogo com um pragmatismo irrepreensível.

E teve a sorte do jogo, aos 71’, quando Igor Nogueira num cruzamento do ataque da equipa de Moreira de Cónegos, introduziu a bola na sua própria baliza.

O 2-1 espelhava a evidência de uma equipa que com serenidade garantiu um triunfo fruto de uma estratégia de jogo definida e inteligente, assente num colectivo humilde e inclinado em cumprir os preceitos que levariam a equipa ao triunfo. E que nunca foi inferior seu adversário mesmo em momentos em que a pressão do Gil Vicente foi mais sentida.

© Vsports

Com este triunfo, o Moreirense alerta o Vitória e o Santa Clara – à sua frente na classificação com mais um ponto – que o 6º lugar não é apenas uma questão a ser resolvida por duas equipas mas por três. Se até agora, o Vitória se sentia dono e senhor do 6º lugar, a verdade é que com o avolumar de cinco derrotas consecutivas permitiu ao Santa Clara e ao Moreirense apresentarem as suas credenciais no que toca à discussão do 6º lugar que já não é uma questão resolvida.

O Moreirense jogou com: Pasinato, D’Alberto, Rosic, Steven Vitória, Addu, Francos, Fábio Pacheco, Pires (Ferraresi 78′), Filipe Soares (David Simão 90′), Rafael Martins (André Luís 70′), Walterson (Yan Matheus 70′).

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também