Bino: acredita que o Vitória atingirá os objectivos fixados para a época

O Famalicão vem a Guimarães, animado com um treinador que passou pelo clube e que tenta evitar a despromoção, contra um Vitória que tem no 6º lugar a sua coroa de glória desta época.


Bino considera que o 6º lugar é o melhor para o clube no contexto actual porque dá acesso a uma prova europeia e espera atingir esse objectivo nos três jogos que faltam para terminar a época. “São estas as nossas possibilidades e vamos tentar cumprir”, lembrando o contexto anterior que coloca o Vitória neste lugar.

O jogo com o Famalicão, da próxima jornada, é “um jogo difícil”, considera o treinador. E justifica pelo adversário e pela sua classificação na tabela e por ser orientado por Ivo Vieira que conhece bem a casa.

Quase se podia dizer que nenhuma equipa pode perder este jogo, pelo que representam os três pontos para o Vitória e para o Famalicão. A luta pela Europa e pela manutenção pode motivar os jogadores de ambas as equipas.

Bino Maçães vai dispor de um grupo de jogadores do qual se exclui Suliman, o central que foi expulso no último jogo. E conta já com o regresso de Sílvio e talvez de Mumin até agora impedidos de darem o seu contributo à equipa por lesão.

“Não sou de me queixar sobre jogadores do plantel que não estão disponíveis” – disse o treinador – que conta “com todos os que estão em condições de jogar” e que alguns deles, pela rotatividade do plantel, por vários motivos, devem demonstrar que “podem entrar na equipa e aproveitar as oportunidades para jogar”.

Sobre Óscar, o avançado que não tem marcado, depois de um período em que era fértil a sua produção, Bino admite que possa “ter algum desconforto” mas o essencial é que “todos estejam tranquilos e que não marcando, a equipa possa ter outros para marcar”, citando o exemplo de André Amaro, o primeiro central do Vitória a marcar um golo esta época.

“É desagradável o que tem acontecido, pois eu e o Pepa ainda estamos no activo…”

© Vitória SC

Sobre a propaganda, na praça pública, do nome de Pepa como provável treinador do Vitória na próxima época, Bino sabe “o que conversou com o presidente”. E admite que “é desagradável o que tem acontecido, pois eu e o Pepa ainda estamos no activo”. Afirma que antes de entrar ao serviço da equipa principal tinha um contrato de um ano e meio com o clube que foi reduzido até ao final da época, “pendente do que a equipa possa conseguir no final da época”.

Referiu várias vezes que “eu e o presidente, sabemos o que falamos” e “não é bonito” ouvir e ler que Pepa está a caminho de ser o treinador na próximo época.

Numa espécie de desabafo, afirmou que “não gostava que o meu nome estivesse envolvido” em situações destas pois “não estou preso a nada, nem a ninguém, só ao presidente e ao que falamos” – concluiu.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,753FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa / digital

Leia também