11.1 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 7, 2023

Allianz Cup: Vitória vai à Covilhã para chegar à Final Four

Depois do Leixões e do Casa Pia, o Covilhã está no caminho do Vitória numa competição em que se conhece o campeão de inverno.


O Covilhã-Vitória foi sempre um jogo interessante quer para a Taça de Portugal quer para o campeonato.

Amanhã, será o primeiro jogo da Taça da Liga, a que se segue um outro com o Benfica, em que uma das três equipas segue em frente na competição.

Pepa, ambiciona alcançar a fase final e crucial desta Allianz Cup, onde estarão quatro equipas a disputar um título na segunda competição da Liga Portugal.

“Custou-nos muito chegar aqui” – declarou o treinador, hoje, em conferência de imprensa.

GRUPO A:JOGO:DATA:
1ª JornadaSC Covilhã – Vitória SC21 de Setembro (20h15)
2ª JornadaVitória SC – SL Benfica27 de Outubro (19h30)
3ª JornadaSL Benfica – SC Covilhã15 de Dezembro (16h00)
© GA!

Justificando que “era a nossa obrigação e responsabilidade passar o Leixões SC e depois o Casa Pia AC”, o treinador do Vitória defendeu que foi “com mérito e felicidade” que chegamos até aqui, lembrando-se dos problemas que o Casa Pia colocou no jogo anterior.

Agora e “estando nesta fase há que valorizar muito o jogo de amanhã”, pois “se cometermos o erro de estar a pensar no futuro, que o jogo que vai decidir será entre o Vitória e o Benfica, estamos completamente enganados”.

Pensar que o SC Covilhã “tem uma palavra a dizer e também tem ambições”, Pepa considera este grupo onde “tudo é possível”

Olhando para a frente, e respeitando o adversário, mostra as ambições do Vitória e de todo o grupo. Pepa diz mesmo que “queremos muito chegar à Final Four”. Ou seja, “queremos estar nas decisões das conquistas das Taças”

Assim, amanhã, no estádio José Santos Pinto o Vitória encara o jogo como se de “uma meia-final se tratasse, para depois decidir em casa, e para isso temos de dar um passo bem firme”.

“O onze que vai entrar amanhã é o melhor onze, fortíssimo. A confiança é total. E não é só no onze. Há uma competitividade interna que queremos manter.”

O jogo na Covilhã ocorre menos de 72 horas depois do apito final do encontro em Arouca, algo que para Pepa, não abala a confiança no triunfo. “Com viagens e tudo, é muito duro. Mas há uma coisa que digo: o onze que vai entrar amanhã é o melhor onze, fortíssimo. A confiança é total. E não é só no onze. Há uma competitividade interna que queremos manter, pois é isso que faz com que tenhamos boas opções e sermos melhores no dia a dia”.

O Covilhã é um adversário que jogando no seu estádio é sempre “uma equipa aguerrida” e está habituado a jogar num campo com dimensões mais reduzidas, o que faz com que “a bola esteja sempre perto de uma ou de outra baliza”.

Concluiu que o Vitória tem “de ter uma atitude e entrega muito grandes” para não se deixar surpreender por um adversário que aposta em alguma robustez física, num sistema de 4x4x2.

Pepa garante que o Covilhã está estudado e as dificuldades que não deixará de colocar identificadas de modo “a que conquistemos os três pontos” rapidamente ultrapassando o que se passou em Arouca.

📸 Vitória SC

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também