10.5 C
Guimarães
Terça-feira, Maio 21, 2024

Sezim: excelência artística num festival que alia o jazz, o clássico e o acordeão

Economia

Há o Music Series Festival e uma nova versão em Sezim, ambos com a direcção artística de Vasco Dantas que vai oferecer um repertório clássico e jazzístico.

Tem músicos relevantes e na Casa de Sezim vão estar Mário Laginha, Vasco Dantas, João Barradas, Joel Cardoso, Isabel Vaz, Ricardo Gaspar e Marco Rodrigues.

PUB

São três concertos programados para o último fim de semana de Abril que se enquadram no programa comemorativo do 25 de Abril, da Câmara Municipal de Guimarães.

Vasco Dantas, director artístico do Music Series Festival, defende que “faz sentido incluir o festival de Sezim, tal como faz sentido aliar este espaço nesta rede de festivais”. E promete para Guimarães concertos que vão fazer a fusão entre o clássico e o jazzístico. E com um acordeão à mistura.

Aliás em termos artísticos e musicais o duelo Laginha e Dantas promete com obras de Chopin pelo meio – em versão jazz – no concerto de Mário Laginha e no clássico com Dantas ao piano.

Vasco Dantas idealizou um concerto com uma aliança de instrumentos não comuns e um terceiro em que o acordeão será o instrumento rei. Ouvir-se-ão neste Sezim Music Series FestivalPiazzolla e Bach com o revolucionário do acordeão João Barradas.

O programa artístico promete, poder ser uma razão para o êxito deste festival e justificar uma segunda e mais edições. Mas a adesão do público será o argumento maior para dar força e prestígio ao festival, em Guimarães.

“É mais uma actividade entre muitas outras que realizamos” – disse Paulo Pinto Mesquita, da Casa de Sezim. Acrescenta que “a nossa abertura foi total a este evento” e não tem dúvidas de que “é bom para Guimarães e para a música”.

O Sezim Music Series tem o pátio principal da casa como palco onde se podem reunir até 280 pessoas, em lugares sentados. No fim dos concertos, os cocktails podem ser servidos no interior da Casa do Sezim e nas salas principais.

Vasco Dantos e Paulo Pinto Mesquita acreditam no sucesso deste festival. © GA!

Relembrando o passado da Casa de Sezim neste tipo de eventos, Paulo Pinto Mesquita lembra-se remotamente de um espectáculo de beneficiência, organizado por António Sala, há cerca de 40 anos.

O jazz e a música podem contribuir para a divulgação de um espaço de turismo rural e no qual, ao longo do ano, realizam-se eventos no âmbito da área da eno-gastronomia com almoços e provas de vinho, mercados de Natal e de vinhos, num total de 165, em 2023. E outros de timbre muito cultural.

“Com o nível do Sezim Music Series será a primeira vez”, admitindo que este pode ser mais um evento anual para Guimarães “se tudo correr bem e tiver sucesso”.

Objectivamente, Paulo Pinto Mesquita deseja “abrir mais a Casa de Sezim e o seu património cultural único a visitantes e ter um calendário cultural de actividades mais forte”.

Apesar de ainda disponíveis para os olhares do público visitante, a reabilitação do interior de salas e quartos, é cada vez mais premente. Avançar para o arranque do levantamento – tendo em vista a sua recuperação – dos papéis panorâmicos que se encontram colocados nas paredes, é uma restauração cara – cada sala pode custar perto de 110 mil euros – com artistas escassos que possam fazer um trabalho de qualidade. 

As especificidades da mudança de papéis exige cuidados especiais, tais como não poderem ser enrolados – o que significa que a reabilitação tem de ser feita na Casa de Sezim, onde uma empresa de Lisboa, tratará de recuperar os painéis originais que distingue esta casa colonial com muita história, para as bandas de Nespereira.

Paulo Pinto Mesquita adianta que a reabilitação significará que os papéis não voltarão a ficar colados nas paredes mas antes colocados em painéis encostados às paredes, tipo pladur, evitando nova degradação pela humidade que é a principal inimiga destes famosos retratos, de cores diversas que tornam a Casa de Sezim única e maravilhosa.

© 2024 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias