11.1 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 7, 2023

Porto Canal: concertos da programação da CAISA começaram a ser transmitidos

O primeiro concerto foi transmitido a 31 de Julho, na “Sala de Espectáculos”, do Porto Canal, seguem-se mais cinco.


A CAISA – Cooperativa de Artes, Intervenção Social e Animação, com sede em Airão Santa Maria tem vindo a afirmar a sua programação a nível nacional, no sector da música em Portugal. E as Clav Live Sessions contribuem para essa promoção e, no entender de Sílvia Oliveira, vice-presidente da cooperativa cultural, o facto de “este projecto não ter parado em tempo de pandemia”, ajudou ao seu pioneirismo na programação de concertos em formato misto, com público e transmissão online, que serviu de matéria para vários estudos académicos.

“As Clav Live Sessions têm sido um forte catalizador de promoção da cultura no território da União de Freguesias de Airão Santa Maria, Airão São João e Vermil, bem como, na promoção da marca Guimarães, não só ao nível nacional como ao nível internacional” – destaca Sílvia Oliveira.

Relembra que nos últimos anos, a CAISA trouxe para o território um investimento de cerca de 300 mil euros nos projectos culturais, criação, produção, programação e promoção artística, criando assim uma dinâmica cultural, social e económica ímpar, em que as mais-valias são notórias.

“Tornaram este território um exemplo a seguir ao nível social, cultural e educativo, com projectos considerados inovadores…”

Com esta parceria com o Porto Canal, finaliza-se um ciclo desenhado há sete anos por Alberto Fernandes, presidente da instituição, “em que todos os objectivos foram cumpridos, e que tornaram este território um exemplo a seguir ao nível social, cultural e educativo, com projectos considerados inovadores, na promoção e correcção das várias assimetrias existentes no mesmo, sendo já um modelo de implementação noutros territórios nacionais”.

A partir de Setembro iniciar-se-á um novo ciclo na instituição, tendo a CAISA já previsto um investimento nos próximos meses de perto de 60 mil euros em projectos culturais, a serem desenvolvidos nos territórios de sua influência, Vale do Pele e Curviã, que envolvem a zona geográfica de Guimarães e de Famalicão.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também