17.3 C
Guimarães
Sexta-feira, Junho 9, 2023

Mickaël de Oliveira: “Temos um privilégio, aqui em Guimarães, que é receber artistas”

Economia

Após a divulgação da programação de Maio a Julho do Teatro Oficina, o director artístico, Mickaël de Oliveira, falou ao Guimarães, agora! sobre o que esperar da companhia nos próximos meses.

O director artístico do Teatro Oficina começou por explicar o processo das Open Calls, que reuniram 215 candidaturas, e cujos projectos seleccionados serão apresentados nos próximos meses. “O projecto artístico do Teatro Oficina começou, digamos assim, com estas open calls, com estas janelas abertas para os artistas, para os públicos, para vários tipos de participantes e então lançamos quatro calls: uma para a criação, para as residências artísticas, que se chama Criação Crítica; depois lançamos também open call para audições; lançamos também uma call para os Encontros de Dramaturgia e, também, uma bolsa, a bolsa de criação, virada para o apoio à dramaturgia”, explicou.

Quanto ao processo de selecção dos projectos destas Open Calls, o director artístico revelou que todas elas tiveram “uma análise diferente”. “Houve, por exemplo, nos encontros da dramaturgia, foi uma selecção feita, sobretudo, pela própria Patrícia Portela e por mim. Na bolsa tivemos também a Patrícia e o Rui Torrinha, director artístico do CCVF e das artes performativas, que também esteve connosco neste processo de selecção. Portanto, no caso da audição, foi um processo que recai mais sobre o encenador, neste caso, recai em mim. E pronto, foi assim um processo de selecção muito intenso”, descreveu.

“Um momento óptimo para podermos espreitar e falar com os artistas.”

Mickaël de Oliveira considera que a programação do Teatro Oficina “reflecte o trabalho das open calls”, destacando os Ensaios Abertos como “um momento óptimo para podermos espreitar e falar com os artistas”. Esta iniciativa traduz-se num momento, no final das residências artísticas, em que o projecto em construção é mostrado ao público pelos próprios criadores e intérpretes, em primeira mão, ainda em fase de construção. “Temos um privilégio, aqui em Guimarães, que é receber artistas e podermos falar com eles e com elas acerca dos seus trabalhos, do trabalho que estão a desenvolver aqui no Teatro Oficina”, reflecte o director artístico.

Haverá um Ensaio Aberto já no próximo dia 10 de Maio, Quarta-feira, pelas 21h30 no Espaço Oficina, onde será possível ficar a conhecer o processo de criação de Manuela Ferreira e Rita Morais do projecto “Showroom”.

Showroom. 📸 Direitos Reservados

O director artístico destaca, também, os Encontros de Dramaturgia, sob direcção de Patrícia Portela que já organizou um primeiro encontro online. A primeira sessão presencial será dia 23 de Maio, contando com a presença de Patrícia, do grupo com quem está a trabalhar e é aberto a qualquer pessoa que queira participar. Mickaël mencionou, ainda, as três criações das Oficinas do Teatro Oficina que estreiam nos dias 27 e 28 do presente mês.

Por fim, Mickaël de Oliveira falou sobre o seu próprio espectáculo, ainda em fase de preparação, já intitulado “Ensaio Técnico”, com estreia prevista para Outubro. “O “Ensaio Técnico” vai ser um encontro entre intérpretes, numa sala de teatro e algo vai acontecer nessa sala de teatro que vai desestabilizar absolutamente os trabalhos desse ensaio técnico”. O director artístico explica que um ensaio técnico, no mundo do teatro, acontece antes do ensaio geral e tem como propósito apurar e confirmar toda a tecnicidade da obra. Enquanto encenador e dramaturgo, prevê que esta peça conte com quatro intérpretes, nesta que será a sua estreia no Teatro Oficina.

📸 Direitos Reservados

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias