Albano Fernandes: “o grupo AMF deve ser tido em conta no sector do calçado técnico”

Na entrevista, que concedeu a Guimarães, agora! o CEO do grupo vimaranense AMF/ALOFT revela a sua satisfação pelo êxito obtido pela conferência e pela sua repercussão no sector do calçado.

  • A marca TOWORKFOR quer afirmar-se como marca premium no sector do calçado técnico, a sustentabilidade será transversal às empresas do grupo AMF/ALOFT.
  • As apostas do grupo na tecnologia “3D Bonding” e o novo conceito de fábrica que tem sido implementado, são para continuar e desenvolver.

Qual foi o objectivo que presidiu à realização deste evento?

É habitual fazer um encontro com clientes e pessoas do sector em Portugal nas instalações da AMF, de dois em dois anos. Este ano pelo facto da pandemia que estamos a atravessar decidimos fazê-lo em formato online e torná-lo global com acesso a todas as pessoas que quisessem participar. O principal objectivo é fazer um evento do sector do calçado técnico com relevância global, podendo ser extensível a outros segmentos e também a outros players na produção de calçado. Com este evento queremos de alguma forma ajudar a indústria e os intervenientes do sector, apontando caminhos para as tendências do mercado e trazendo temas que consideramos poderem ajudar as empresas a ajustarem as suas estratégias, para que possam crescer e se adaptarem mais facilmente às tão rápidas mudanças do mercado onde operamos. Pretende ser também para os intervenientes um facilitador de negócio, criando uma Rede de Network de empresas ou pessoas com know-how técnico e soluções inovadoras e sustentáveis para este cluster. Pretendemos também apontar a AMF e a ALOFT, como solução, que de alguma forma podem ajudar os players do sector para os desafios que possam ter.

“Não era um evento para vender os nossos serviços e produtos, era antes para que os vários intervenientes no sector nos reconheçam como uma solução…”

Que balanço faz e que experiência resulta do mesmo para a actividade da empresa?

Foi e está a ser incrível, superou em muito as nossa expectativas, realmente o online bem trabalhado tem uma força que não tem limites. De que outra forma é que poderíamos ter 2 mil pessoas de mais de 70 países? E de que forma é que conseguiríamos conciliar agendas de 40 moderadores de 13 países diferentes, de regiões que vão desde Israel à Colômbia, passando por vários países da Europa e dos EUA. Para a AMF e para a ALOFT, surgiram alguns contactos, que irão agora ser trabalhados. Mas este não era um evento para vender os nossos serviços e produtos, era antes para que os vários intervenientes no sector nos reconheçam como uma solução que os possa ajudar nas suas decisões, quer seja na criação de produtos, quer no reconhecimento da marca TOWORKFOR, como sendo uma marca credível e sustentável, incontornável no segmento dos Equipamentos de Protecção Individual (EPI’s).

A audiência que atingiu era formada por quantas e por que tipo de pessoas?

Diria que tivemos intervenientes de todas as áreas dos Equipamentos de Protecção Individual e do cluster do calçado em geral, bem como das áreas que o suportam. Tivemos o poder político com a sua visão estratégica, a banca com o seu pragmatismo, os distribuidores de vários países, as várias fábricas de calçado técnico, os fornecedores de materiais técnico, os representantes da maioria das associações do sector, a comunicação social da especialidade de todo o mundo (que irão publicar os vários conteúdos durante os próximos meses). Também, tivemos associações ambientalistas, inventores, pessoas individuais, diria que tivemos todas as pessoas que se interessam por estar informadas das tendências que o mercado e o sector disponibiliza para as suas empresas, quer na óptica da produção, do desenvolvimento e na do consumo.

É um evento a repetir?

Sim é para repetir, no discurso de encerramento eu e os meus sócios, Domingos Almeida e Pedro Castro, assumimos isso perante todos. Diria até que já estamos com uma série de novas ideias para o podermos melhorar.

“O Grupo AMF, conseguiu dar um sinal que apesar de jovem deve ser tido em conta neste sector…”

Que consequências pode ter no posicionamento do grupo AMF na área do calçado de segurança nos mercados onde opera? E se de algum modo pode vir a ter reflexos nas vendas?

Este tipo de eventos efectivamente trabalha a notoriedade, e isso no futuro trará negócios e oportunidades em várias áreas da nossa intervenção. Quando assumimos fazer um evento à escala global se falharmos na sua organização, estamos realmente a condenar e a pôr em risco o nosso sucesso. Por outro lado, se tivermos sucesso permite-nos transportar para um outro patamar, a que costumo chamar a “Liga dos Campeões” numa analogia com o futebol. Estamos convencidos que pelo feedback recebido dos variadíssimos intervenientes esta segunda hipótese é o que aconteceu e mais uma vez o Grupo AMF, conseguiu dar um sinal que apesar de jovem deve ser tido em conta neste sector.

© Direitos Reservados

Por fim, em termos técnicos, que valor aportou esta conferência para o desenvolvimento de produto e que ensinamentos podem ser tirados para a produção do calçado de segurança das marcas AMF?

Imensos ensinamentos, a começar pela TOWORKFOR, que tem de continuar a seguir como uma marca premium no seu sector, voltando-se ainda mais para a área da sustentabilidade, área essa aliás que, cada vez mais, será transversal à AMF Safety Shoes e à ALOFT, nas suas decisões. Deu-nos também pistas na área do digital, e do tratamento dos dados, qualquer empresa que despreze estas áreas seguramente não terá sucesso e não poderá exponenciar as suas rentabilidades. Alertou-nos de que a nova tecnologia que estamos a desenvolver 3DBonding e que o novo conceito de fábrica que estamos a planear implementar são realmente o caminho acertado, por demais evidente nos vários painéis apresentados e pelas várias intervenções do chat do evento. Deu-nos pistas de vários materiais e novas soluções de abordagem que quer na ALOFT, quer na AMF, devem e podem ser implementadas…

© 2020 Guimarães, agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,234FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever
- publicidade -

Vitória: um triunfo com inspiração de Quaresma

Foi um triunfo fácil, com golos bonitos, numa exi...

Vitória: jogadores aptos para o jogo com o Nacional

O Vitória tenta repor ordem no seu calendário com...

Hospital: radiologia de intervenção melhora serviço

Os tratamentos de doentes oncológicos, em tempos ...