Alberto Martins
Alberto Martins, 41 anos é empresário e licenciado em Gestão. Atualmente é ainda presidente da Junta de Freguesia da Vila de São Torcato desde 2017, tendo já sido tesoureiro desde 2005 até 2017. Trabalhou e colaborou com diversas empresas, de onde se destaca a empresa Coming Future e a empresa JF Economista Internacionais.

A Palavra do ano 2021 – Solidariedade

Em 2020 a palavra “saudade”, foi escolhida como palavra do ano. A palavra Saudade representa um conjunto de sentimentos, normalmente causados pela distância ou ausência de algo ou alguém. Esta ausência, pode ser física ou não, isto é, pode sentir-se saudade quando alguma relação de amizade, por exemplo, termina ou quando se perde alguém. Esta palavra expressa, então, um sentimento que envolve afetividade, dor ou ausência. Assim se podia resumir numa só palavra o ano de 2020, saudade dos abraços e carinhos, saudade dos afetos e dos convívios, saudade de estar próximo de quem mais gostamos.

Em 2021 emergirá uma nova palavra que fará parte do nosso quotidiano, como nunca, solidariedade…

Sabemos que a palavra saudade, exclusiva da língua de Camões, continuará a acompanharmos para sempre, contudo em 2021 emergirá uma nova palavra que fará parte do nosso quotidiano, como nunca, solidariedade. 2021, trará inevitavelmente uma crise social e económica de contexto ainda incerto, resultante da pandemia que nos assola e mais do que nunca seremos chamados a ser solidários com quem mais precisa. Esta solidariedade terá muitas vertentes, como o apoio alimentar, económico ou psicológico. Teremos de estar preparados para intervir neste flagelo, que atingirá provavelmente e de forma transversal toda a sociedade.

Em São Torcato a Junta de Freguesia está desde já no terreno, tentando mitigar o impacto na população. Durante o mês de março estamos a levar a cabo uma recolha de bens alimentares que será fundamental para acudir a diversas famílias, muitas delas marginais à tipologia de apoios já existentes e até agora enquadradas na chamada classe média. Um novo tipo de pobreza e dificuldade imerge, derivado ao fecho de diversos setores da economia, como o pequeno comércio, serviços ou a restauração. Outros apoios terão ainda de ser colocados em prática, como o apoio psicológico à população. Neste âmbito identificamos já diversos casos com gravidade provocada pela pandemia e resultado do isolamento social e das fobias associadas à doença.

Estou certo que 2021 será um ano muito difícil e de graves consequências sociais, mas sei também da resiliência dos Lusitanos e da enorme generosidade que os caracteriza. Todos seremos chamados a esta tarefa de sermos solidários e caso tenhamos sucesso, outras palavras surgirão, encabeçadas pela palavra “esperança” cabem muitos mais adjetivos, que iremos utilizar na reconstrução desta nova forma de viver.

Ajude a Ajudar

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,753FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa

Leia também