17 C
Guimarães
Quarta-feira, Abril 17, 2024

Livre: preocupado com corte de 60% no apoio municipal ao Xico Andebol

Economia

Preocupado com o corte de 60% no apoio municipal, o Partido Livre reuniu com a direcção do Xico Andebol, aproveitando para dar os parabéns ao clube pela presença nos campeonatos nacionais da próxima temporada, divisão de honra, assim como, pela importante prorrogação do direito de concessão do pavilhão.

O membro do grupo de coordenação local de Braga, Alfredo Oliveira, e o membro do mesmo núcleo e ex-atleta do Xico, Luís Lisboa, reuniram com o presidente do Clube Desportivo Xico Andebol, Mauro Fernandes. Mauro Fernandes, apresentou o projecto do Xico Andebol, alinhado com a Agenda 20/30 das Nações Unidas, tendo como foco o respeito pelo trabalho digno e pela igualdade de género, assim como a sustentabilidade e neutralidade carbónica.

O partido ficou a saber que numa fase tão difícil quanto a pós-pandemia, o Xico Andebol conta com mais de 260 atletas, tendo-se tornado no maior clube da Associação de Andebol de Braga e o único certificado como entidade formadora. Para além disso, em parceria com o Centro Social de Brito, o Xico dispõe ainda de uma equipa de andebol adaptado, e dinamiza ainda um projecto de interesse nacional, o walking andebol, que combate o isolamento sénior. Mais ainda, o Xico foi mesmo o único clube a apresentar um projecto de sustentabilidade financeira, afirmando-se como exemplo de organização e informatização. Consequentemente, como é do conhecimento público, o projecto do Xico Andebol foi já premiado por duas vezes.

“Não estamos a falar de muito dinheiro, mas, estamos a falar de uma verba essencial para o Xico.”

Assim, o Livre manifesta a sua profunda admiração e preocupação com o corte súbito de 60% nos apoios da Câmara Municipal de Guimarães, essenciais para a manutenção do projecto social do Xico Andebol. A propósito, Luís Lisboa referiu “não se percebe como aquele que foi considerado o projecto desportivo do ano, tenha visto, sem aviso, o apoio reduzido em cerca de 60% quando tentava caminhar para a sua autonomia financeira. Não estamos a falar de muito dinheiro, mas, estamos a falar de uma verba essencial para o Xico”, disse. Alfredo Oliveira, continuou referindo “é importante salientar as preocupações ambientais e o respeito pelo trabalho digno. O facto de o clube ter contratos de trabalho com todos os trabalhadores que assim o desejam tem de ser premiado e não o seu contrário”.

Em comunicado, dão conta que Mauro Fernandes informou o partido que o Xico Andebol conseguiu a prorrogação do direito de concessão da superfície onde se encontra o pavilhão por mais cinquenta anos. Esta era uma questão jurídica que carecia de urgente resolução e que finalmente tranquiliza o clube, sócios e simpatizantes. Todavia, dada a importância do Xico Andebol, o Livre acredita que poderia ter sido encontrada uma solução tranquilizadora e mais definitiva

“Formamos como poucos e temos dado provas ano após ano.”

A propósito da presença do clube nos campeonatos nacionais da próxima época, Mauro Fernandes disse: “Uma vez mais demonstramos que é possível ser competitivo e mesmo depois de integrarmos atletas da formação conseguimos conquistar o acesso à divisão imediatamente superior e nacional. Infelizmente o mérito desportivo não é premiado e é muito dispendioso competir em todo o país e ilhas. Estamos de parabéns pelas conquistas na gestão e desportivas, ainda assim sofremos um corte no orçamento, sendo que o orçamento local nem para a energia chega”. O presidente do Xico referiu ainda: “Tenho muito orgulho de toda a estrutura que suporta não só esta equipa, mas, as restantes 17. Formamos como poucos e temos dado provas ano após ano”.

O partido Livre entende que as boas práticas desportivas, organizativas e sociais têm de ser recompensadas e estimuladas. Luís Lisboa afirmou que “em Guimarães, o desporto está a ser subfinanciado, aliás, quando comparamos os apoios que os clubes locais recebem com os apoios que os clubes dos municípios vizinhos recebem, percebemos que, à partida, não partem para a competição com os mesmos apoios autárquicos”. O membro do grupo de coordenação local de Braga reiterou “o Xico Andebol é património de Guimarães e tem de ter um apoio equitativo, condizente com a sua história e com o seu contributo social”.

📸 Direitos Reservados

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias