11.1 C
Guimarães
Terça-feira, Fevereiro 7, 2023

Set.Up IN(dustry): 15 ideias de negócio privilegiam o sector têxtil

Há 15 ideias de negócio a ser desenvolvidas por startups seleccionadas num programa de incubação industrial promovido pela Câmara Municipal e a TecMinho.


Os temas escolhidos assentam em soluções têxteis inteligentes para a promoção da saúde, reutilização de materiais têxteis para aumentar o reaproveitamento de materiais na indústria têxtil, soluções de transporte sustentáveis, produtos inteligentes para os desafios societais e processos tecnológicos sustentáveis para o sector têxtil.

Este programa intensivo de aceleração de startups, desenvolvido pela Câmara Municipal, através da Set.Up Guimarães em parceria com a TecMinho, e que pretende apoiar a nova geração para o desenvolvimento e o crescimento de ideias de negócio, criar uma ligação entre novos empreendedores e as indústrias que integram o projecto Guimarães Marca, suportam o crescimento de uma nova cultura industrial na região, baseada em soluções inovadoras.

O vereador da Divisão do Desenvolvimento Económico (DDE), Ricardo Costa, destacou a “conjugação entre a economia e sistemas inteligentes” no âmbito do projecto I9G que consiste numa estreita ligação entre os centros de conhecimento, o tecido empresarial e o governo.

“Todo este trabalho está a ser feito de uma forma sólida, com o apoio da equipa técnica do Município e da TecMinho, além dos coachs que vão orientar estes projectos…”

A partir daí, “a Câmara Municipal definiu um programa para aliar startups e empresas, através da incubação industrial ao apoiar o desenvolvimento e o crescimento de ideias de negócio, estabelecendo uma ligação entre novos empreendedores e as indústrias do Município, em parceria com a TecMinho, potenciando o desenvolvimento das ideias na indústria. Todo este trabalho está a ser feito de uma forma sólida, com o apoio da equipa técnica do Município e da TecMinho, além dos coachs que vão orientar estes projectos”, referiu.

© Município de Guimarães

“Só assim, será possível desenvolver as invenções identificadas, no sentido de as transformar em inovações, que possam contribuir para a economia local e nacional…”

Segundo o director geral da TecMinho, Filipe Soutinho, “o programa de empreendedorismo Set.Up IN(dustry) marca uma diferenciação no âmbito dos programas que têm vindo a ser desenvolvidos em Portugal, através da integração da componente de incubação industrial, que vem dar resposta às limitações de existirem ideias com potencial de mercado, que se ficam pelo plano de negócio, pelo facto de não existirem recursos que suportem a componente de uma ligação ou maior proximidade com o mercado. Só assim, será possível desenvolver as invenções identificadas, no sentido de as transformar em inovações, que possam contribuir para a economia local e nacional, projectando a criação de valor, de emprego e de riqueza para a região”.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER
PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Leia também