12 C
Guimarães
Segunda-feira, Maio 27, 2024

AIP: integra Pólo de Inovação Digital Artificial Intelligence for Public Administration

Economia

A convite do ISCTE, a Associação Industrial Portuguesa (AIP) integra o Pólo de Inovação Digital Artificial Intelligence for Public Administration (AI4PA), que tem por objectivo apoiar a transição digital da administração pública central, regional e local através da adopção de soluções tecnológicas suportadas em inteligência artificial e ciência de dados.

A AIP irá intervir ao nível da melhoria das competências em tecnologias digitais, definição de estratégias para a transformação digital, acesso a financiamento, comunicação e disseminação das actividades e resultados do pólo, assumindo-se como uma entidade facilitadora e intermediadora dos serviços a prestar pelo AI4PA.

📸 Direitos Reservados

O projecto, aprovado no âmbito do PRR, integra a rede europeia de pólos de inovação digital, decorrerá entre Setembro de 2023 e Dezembro de 2025 e pretende envolver 450 entidades da administração pública e PME fornecedoras de soluções digitais.

O consórcio AI4AP é liderado pela AMA – Agência para a Modernização Administrativa, integra um conjunto de 22 entidades públicas e privadas muito abrangente, como institutos de I&D, universidades, autarquias, associações e empresas. Visa apoiar serviços de teste e experimentação de soluções digitais baseadas em inteligência artificial e ciência de dados, concebendo, desenvolvendo e implementando métodos e modelos, com recurso a elementos na nuvem e em centros de dados detidos pelos parceiros do pólo.

Os principais eixos de desenvolvimento estratégico do Polo de Inovação Digital AI4PA são: i) Optimizar as políticas nas várias áreas da governação com base na inteligência artificial e na promoção de soluções tecnológicas inovadoras; ii) Melhorar a qualidade dos serviços com o envolvimento dos cidadãos e das empresas; iii) Avaliar os impactos sociais e das implicações éticas das tecnologias, nomeadamente da inteligência artificial; iv) Aumentar as competências digitais dos organismos públicos e das pequenas e médias empresas (PME) que lhes prestam serviços; v) Disseminar as melhores práticas e soluções reutilizáveis de origem nacional e internacional; vi) Melhorar a governação para a transformação digital nas várias escalas de intervenção do Estado.

📸 Direitos Reservados

© 2023 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no FacebookTwitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Artigos Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

PUBLICIDADE • CONTINUE A LER

Últimas Notícias