AICEP: Made in Portugal naturally na Milan Design Week

O Supersalone abriu, hoje, as portas em Milão, com uma centena de empresas portuguesas entre as quais estão 21 vimaranenses.


É mais uma acção enquadrada no Made in Portugal naturally, uma acção de cross-selling que a AICEP desenvolve na fileira casa e que dará a conhecer ao mundo o melhor da oferta portuguesa em matéria de decoração e lifestyle.

As empresas seleccionadas incorporam no seus produtos o valor do artesanato (craftmanship) com o qual dão o mote para esta participação internacional.

“Um fenómeno que justifica o êxito de algumas das indústrias portuguesas que se destacam pela qualidade e capacidade de surpreender o mercado internacional…”

“O conceito ‘craftmanship’ remete-nos para a autenticidade onde a habilidade artesanal assume o seu auge, uma característica muitas vezes presente na criação de valor do produto português e que permite criar relações de confiança e duradouras assentes na diferenciação, exclusividade, garantindo a sustentabilidade cultural pela preservação de técnicas tradicionais. Um fenómeno que justifica o êxito de algumas das indústrias portuguesas que se destacam pela qualidade e capacidade de surpreender o mercado internacional, com peças e ambientes pensados com design e criatividade e, ao mesmo tempo, assentes na arte da manufactura”, afirma Luís Castro Henriques, presidente da AICEP.

O iSaloni, denominado este ano de Supersalone, é conhecido como “O” evento do sector, sendo a montra internacional da criatividade. Todos os anos conta com mais de 370 mil participantes, provenientes, em média, de 188 países, colocando a cidade italiana no radar de interesse mundial, motivando a visita de um vasto público profissional, entre compradores, designers, decoradores e arquitectos e media.

Face à gradual retoma das acções e eventos internacionais, as associações empresariais sectoriais e a AICEP estão comprometidas para um esforço conjunto de reforço da promoção global das empresas portuguesas. Será dinamizado um conjunto de iniciativas paralelas de posicionamento, notoriedade e divulgação da excelência da produção portuguesa.

© portugalnaturally

Todos os anos e sob a coordenação da AICEP, Portugal faz-se representar com mais de 500 empresas dos vários sectores de actividade que compõem as fileiras Casa e Materiais de Construção, nos eventos de maior referência mundial, onde numa actuação de cooperação e colaboração as associações sectoriais promovem a indústria portuguesa.

A AICEP activa esta campanha em simultâneo nos seis principais mercados de clientes destas fileiras e decorrerá até ao final de 2021. O Made in Portugal naturally foi apresentado a 24 de Março, em Lisboa, com intervenções do secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias e do presidente da AICEP, Luís Castro Henriques.

Belo Inox, Herdmar e Mafil representam o sector da cutelaria; All Cost, António Salgado, Apertex, April & May, Lasa, Carvalho, Coton Coleur, Crishome, Fateba, J. Pereira Fernandes II, Lameirinho, Mi Casa Es Tu Casa, MoreTextile, Neiper Home, Têxteis DA, Têxteis JFA, Penedo e Vital Tecidos representam o sector do têxtil-lar.

A par destas, há empresas da região, nomeadamente da CIM do Ave que também estão neste evento: Mundotêxtil, A. Ferreira, Alda Têxteis, Felpos Bom Dia.

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- publicidade -
- publicidade -
- publicidade -

Leia também