Abril: 57 empresas nasceram em Guimarães

São micro e PME’s, ligadas a várias sectores, muitas têm sócios de pessoas residentes noutros concelhos, com um incremento nas actividades de produtos hortícolas e frutícolas.


O universo empresarial de Guimarães reforça-se com empresas pequenas e micro. Com capital social reduzido, entre os 200 e 5000 euros, abrangem um conjunto de actividades que vão da prestação de serviços de padaria, carpintaria, de construção civil, trabalhos de caixilharia, ao comércio a retalho de plantas, calçado, restaurantes/take-away.

A área da saúde abrange a prestação de serviços médicos, de imagiologia, o bem-estar físico, a medicina dentária.

Também, a restauração e bebidas, e actividades de café e bar, pastelaria e pizzaria continuam como opção para novos e jovens empresários, no sector do comércio que se complementa com as actividades normais de comércio por grosso de têxteis, calçado, de embalagens de vestuário, distribuição de bebidas e importação e exportação de produtos alimentares, compra e venda de material eléctrico e mobiliário (retalho).

Nos serviços, há mais empresas de consultadoria e gestão, de serviços de actividades físicas, cabeleireiro e estética.

© GA!

É curioso o aparecimento de novos empreendedores em actividades ligadas à agricultura, não intensiva, que abrange explorações agrícolas de produtos hortícolas e frutícolas, cultura de especiarias e plantas aromáticas, cultura de uvas.

No imobiliário, há as habituais actividades de compra e venda de imóveis, mediação e promoção imobiliária. Na indústria de construção civil, há empresas que apostam na construção de edifícios residenciais. 

Na área de manufactura, de pequenos fabricos, nota-se que há uma tendência para nichos de pequenos negócios como o pão e pastelaria, bordados, calçado, têxteis. Há uma empresa criada que pretende dedicar-se à indústria de transformação de plásticos.

O alojamento continua com ofertas destinadas a turistas. E são curiosas as apostas em serviços de acompanhamento de estudo individual, na fabricação de motociclos, na organização de eventos desportivos com jogos electrónicos e na fabricação de louça de mesa, por dois empresários espanhóis.

Refira-se que muitas das empresas criadas em Abril, têm como sócios e gerentes, pessoas oriundas de outros concelhos, o que merece algum estudo.

NOVAS SOCIEDADES (por freguesias):

  • (9) Oliveira, São Paio e São Sebastião
  • (5) Creixomil
  • (4) Selho São Jorge
  • (3) Fermentões, Mesão Frio, Ponte
  • (2) Atães e Rendufe, Barco, Brito, Caldelas, Candoso São Tiago e Mascotelos, Costa, Ronfe
  • (1) Abação e Gémeos, Aldão, Gondar, Guardizela, Nespereira, Polvoreira, Prazins Santo Tirso e Corvite, Sande São Martinho, Sande Vila Nova e Sande São Clemente, São Torcato, Selho São Lourenço e Gominhães, Serzedelo, Serzedo e Calvos, Silvares, Tabuadelo e São Faustino, Urgezes

© 2021 Guimarães, agora!


Partilhe a sua opinião nos comentários em baixo!

Siga-nos no Facebook, Twitter e Instagram!
Quer falar connosco? Envie um email para geral@guimaraesagora.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

2,753FansCurti
0SeguidoresSeguir
70SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Edição impressa / digital

Leia também